ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNET.com.br
Bauru e grande região - Terça-feira, 03 de maio de 2016
máx. 29° / min. 14°
Esportes

São Paulo e Corinthians se encontram na Recopa 2013

O São Paulo alcançou mais um título inédito para sua galeria com a Copa Sul-Americana. E agora tem vaga na Recopa-2013, contra o Corinthians, atual campeão da Libertadores. As datas precisam ser definidas pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol).

O curioso é que os tradicionais rivais só duelaram uma vez em torneios internacionais oficiais. Foi em 1994, quando disputaram a semifinal da extinta Copa Conmebol. Quem acabou triunfando na disputa foi o clube do Morumbi, que avançou nos pênaltis.

Depois o São Paulo foi campeão em cima do Peñarol, do Uruguai. Durante toda a campanha o time tricolor utilizou um time B, apelidado de "Expressinho". Essa foi a saída encontrada pelo clube para driblar um calendário inchado.

Jogadores como o goleiro Rogério, o zagueiro Bordon, o meia Juninho Paulista, e os atacantes Caio e Denilson, que eram promessas do São Paulo, foram os protagonistas da campanha continental. O técnico foi Muricy Ramalho, então auxiliar de Telê Santana.

Juninho Paulista, aliás, protagonizou algo raro. No mesmo dia em que participou da vitória sobre o Sporting Cristal, do Peru, por 3 a 1, no Morumbi (fez gol, inclusive), ele também disputou um jogo contra o Grêmio pelo Brasileiro.

Já o Corinthians, apesar de realizar boa campanha no Nacional, utilizou sua base na Copa Conmebol. Assim, jogadores como os atacantes Casagrande e Tupãzinho e o goleiro Ronaldo estiveram presentes nos jogos da equipe alvinegra.

Os dois jogos da semifinal entre os rivais foram no início de dezembro, no Pacaembu. O primeiro duelo terminou com vitória são-paulina por 4 a 3. No segundo os corintianos devolveram o revés e venceram por 3 a 2.

Na época, os torneios da Conmebol não tinham o critério de gols fora de casa, como ocorre hoje (com exceção das finais). Assim, a vaga foi decidida nos pênaltis.

Gralak e Leandro Silva erraram as cobranças pelo Corinthians. Caio foi o único são-paulino que falhou.
Na final, o São Paulo venceu o Peñarol por 6 a 1, no Morumbi, e perdeu por 3 a 0, no estádio Centenário, em Montevidéu. Foi suficiente para faturar o troféu.


Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2016 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP