ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNET.com.br
Bauru e grande região - Sábado, 30 de abril de 2016
máx. 24° / min. 8°
Esportes

Borussia goleia Real Madrid por 4 a 1 e se aproxima da decisão

Reuters
Lewandowski fez os quatro gols do Borrussia

O atacante Lewandowski fez os quatro gols do Borussia, nesta quarta-feira (24), na vitória por 4 a 1 sobre o Real Madrid, no Signal Induna Park, em Dortmund, na Alemanha, pela ida das semifinais da Copa dos Campeões. Cristiano Ronaldo fez o de honra para o time espanhol.

Com o resultado, a equipe dirigida pelo técnico português José Mourinho precisa vencer o rival alemão por 3 a 0 para avançar à final do torneio europeu. Caso sofra um gol, o êxito espanhol tem quer ser por quatro gols ou mais de diferença. O jogo da volta está marcado para o dia 30 de abril (terça-feira) em Madri.

Dois brasileiros foram relacionados para a partida. O meia Kaká, do Real Madrid, entrou no segundo tempo quando o duelo já estava 4 a 1 para o Borussia. O zagueiro Felipe Santana, do time alemão, herói da classificação nas quartas de final, ficou no banco de reservas.

O jogo

Os técnicos Jürgen Klopp e José Mourinho são parecidos fora de campo. Polêmicos, os treinadores gostam de declarações incomuns antes e depois das partidas. Dentro das quatro linhas, eles armaram duas equipes "espelhadas" no esquema 4-5-1.

Nos primeiros minutos de confronto, o que se viu foi um Borussia ousado, que marcou o Real em seu campo de defesa. E a pressão deu resultado aos 8min, quando Mario Götze recebeu na direita e cruzou na área para Lewandowski completar para a meta de Diego López.

Mesmo com a vantagem no placar, o time alemão tentou manter o sufoco sobre o adversário, mas não conseguiu.

A equipe espanhola, aos poucos, tomou conta do duelo, porém dava brechas para o contra-ataque não aproveitadas pelo Borussia.

Reuters
Jogada de um dos gols de Lewandowski, para o Borussia; equipe atropelou o Real Madrid em casa, por 4 a 1

Com maior posse de bola (51% a 49%), o Real chegou ao empate em um presente dado pelo zagueiro Hummels. O defensor falhou em uma tentativa de recuo para o goleiro Weidenfeller, o argentino Higuaín aproveitou e serviu Cristiano Ronaldo livre na pequena área aos 42min.

Pelo vacilo no fim da etapa inicial, os anfitriões tinham tudo para voltarem cabisbaixos ao jogo no segundo tempo. Mas a torcida que lotou o Signal Induna Park não deixou os atletas esmorecerem.

Aos 5min, Lewandowski recebeu livre na área, deu um toque para superar López e recolocou o Borussia na frente do marcador. Os jogadores do Real reclamaram que o centroavante estaria impedido, mas sua posição era legal.

Quatro minutos depois, Lewandowski apareceu novamente para importunar a defesa do rival espanhol. O lateral esquerdo Schmelzer o serviu na área, ele dominou, girou e estufou as redes do Real. 3 a 1.

Perdido em campo, o time madridista ainda viu Xabi Alonso empurrar Mario Götze na área e o árbitro holandês Bjorn Kuipers assinalar a penalidade convertida por Lewandowski. Era o seu quarto gol no confronto e o décimo na Champions desta temporada.

Mourinho, então, fez uma mudança dupla em sua equipe. Sacou Modric e Higuaín para as entradas de Di María e Benzema. O brasileiro Kaká também entrou no duelo, mas não mudou o panorama da partida.

O técnico Jürgen Klopp também queimou suas três alterações para segurar o êxito. Kuba, Piszczek e Gundogan deixaram o jogo. Do banco, eles viram a equipe alemã triunfar e colocar um pé na decisão da Champions.


Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2016 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP