ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  NEWSLETTER  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNet.com.br
Bauru e grande região -
máx. 28° / min. 18°
Carregando
Política
Economia
Geral
Polícia
Bairros
Esportes
Regional
Cultura
Nacional
Internacional
Carnaval 2014
Classificados
Agendinha
Cinema
Bauru Pocket
Tribuna do Leitor
Entrelinhas
Tá Valendo
Em Confiança
Horóscopo
Falecimentos
JC na escola
Loterias
Atendimento JC
No JC
Geral

Umbanda Fest celebra diversidade

Compartilhar via Facebook
Compartilhar via Google+
Tomada pelo público, a sexta edição do Umbanda Fest, realizada ontem no Teatro Municipal de Bauru, reforçou a celebração à diversidade religiosa e cultural brasileira. Avaliado desde 2008 como o maior festival alusivo à cultura afro-brasileira no País – conforme título concedido pelo Ministério da Cultura – o evento, neste ano, adotou o tema “Um canto pela paz”, como forma de estimular a tolerância entre os vários tipos de fé religiosa.

Para tanto, contou com a participação não apenas de grupos umbandistas, mas também católicos, espíritas, evangélicos e budistas. “Esta é uma novidade no festival. Abrimos este espaço para que todos possam deixar sua mensagem de paz, não importa de que maneira. O que vale é o respeito e a valorização desta diversidade”, destaca Ricardo Barreira, fundador do Instituto Sócio Cultural Umbanda, entidade realizadora da festa.

Além de abraçar todas as manifestações de fé, o evento, mais uma vez, assumiu seu papel socialmente responsável. Com entrada gratuita, o festival estimava arrecadar cerca de uma tonelada de alimentos, doados de forma voluntária pelos espectadores para serem destinados a entidades assistenciais da cidade.

No palco, a batida dos atabaques acompanhou as vozes dos grupos que se apresentaram, em performances dinâmicas que trouxeram mensagens de paz aos presentes. A proposta reuniu desde umbandistas da velha guarda até apreciadores da cultura afro-brasileira sem qualquer vínculo religioso com a organização do evento.

“As apresentações são variadas e reúnem desde grupos tradicionais, formados para tocar dentro dos templos, nos rituais de umbanda, até grupos profissionais vinculados à cultura afro-brasileira”. Além de valorizar artistas de várias partes do Brasil, a festa de cores, ritmos, luzes e danças também contou com apresentações de Curimbas - grupos musicais legítimos de terreiros - de Bauru e região. Para prestigiar as atrações, caravanas vieram de cidades como Curitiba, Rio de Janeiro, Balneário Camboriú, Brasília e São Paulo, além de inúmeras cidades da região.




publicidade




Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2014 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP