ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  NEWSLETTER  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNet.com.br
Bauru e grande região -
máx. 30° / min. 16°
Carregando
Política
Economia
Geral
Polícia
Bairros
Esportes
Regional
Cultura
Nacional
Internacional
Carnaval 2014
Classificados
Agendinha
Cinema
Bauru Pocket
Tribuna do Leitor
Entrelinhas
Tá Valendo
Em Confiança
Horóscopo
Falecimentos
JC na escola
Loterias
Atendimento JC
No JC
Geral

Após 29 anos, Seta fecha as portas

Compartilhar via Facebook
Compartilhar via Google+

“Nossa escola encerrará suas atividades em Bauru”. Foi com este aviso, escrito em letras maiúsculas, que o colégio Seta decretou o fim de um ciclo de 29 anos no sistema de ensino da cidade. O motivo, segundo a administração, foram os prejuízos somados nos últimos anos e o aumento exponencial de escolas particulares.

Atualmente, a escola tem 300 alunos matriculados entre ensino infantil e fundamental. O comunicado oficial foi entregue aos pais ontem. Nele, constava a data do fechamento do Seta - Sistema de Ensino: “22/12/2011”, exatamente quando se encerra o ano letivo.

O diretor-geral da instituição, Marco Antônio dos Santos, disse que o motivo do fim das atividades em Bauru é realmente de caráter financeiro. “Nos últimos anos, já vínhamos trabalhando com prejuízos. Por isso, tomamos esta decisão de paralisar as atividades em Bauru. Realizamos anualmente estatísticas do número de matrículas e vimos que, para 2013, seria ainda menor”, disse.

O comunicado oficial colocou especificamente o “elevado déficit mensal durante o ano de 2012” e a “perspectiva de número de alunos ainda menor em 2013” como os dois principais motivos para o fechamento da escola, que iniciou suas atividades em Bauru em 1983.

Apesar de informar que o número de matriculados para o próximo ano seria aquém aos anteriores, Marco dos Santos não revelou quantas matrículas já haviam sido efetivadas. Uma delas era exatamente do filho de Paula Ramirez, 41.

Na frente do colégio, a representante comercial ainda não sabia da decisão oficial. “Faz vários anos que estamos ouvindo esses boatos. Esperamos que não seja verdade”.

Logo, o filho, de 7 anos, chegou trazendo o comunicado oficial e tornando o boato uma realidade. Com o envelope em mãos, o menino disse para sua mãe que devia ser a matrícula. Não era. “Eu fico muito triste. Já tive outros dois filhos que estudaram aqui e sempre gostamos muito. O ensino era de qualidade. Resta procurar outra escola”, lamentou Paula Ramirez.


Devolução

O diretor-geral do Seta, Marco Antônio dos Santos, afirmou que pais como Paula terão o valores das matrículas de 2013 devolvidos já na parcela do pagamento de dezembro. Em casos que ainda reste algum crédito ao aluno, a devolução será feita de forma individual. Além do valor , também estará disponível, após o encerramento do ano letivo, a documentação de cada aluno. Os pais devem retirá-la até o dia 29 de dezembro deste ano.

O diretor-geral também lamentou o encerramento das atividades. “O número das escolas particulares em Bauru cresceu muito. E não é só em Bauru. Existem municípios de 8 mil habitantes que têm duas escolas privadas. É algo incompatível”, complementou Santos. Ele não descarta voltar às atividades no futuro. Mas “tudo depende de uma série de fatores. Agora, não é possível afirmar nada”.
 





publicidade




Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2014 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP