ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  NEWSLETTER  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNet.com.br
Bauru e grande região -
máx. 33° / min. 20°
Carregando
Política
Economia
Geral
Polícia
Bairros
Esportes
Regional
Cultura
Nacional
Internacional
Eleições 2014
Classificados
Agendinha
Cinema
Bauru Pocket
Tribuna do Leitor
Entrelinhas
Tá Valendo
Em Confiança
Horóscopo
Falecimentos
JC na escola
Loterias
Atendimento JC
No JC
Geral

Direção defensiva: saiba como a velocidade influi na frenagem do veículo

Quanto maior a velocidade desenvolvida, maior a distância necessária para ele parar e maior o risco de acidente

Compartilhar via Facebook
Compartilhar via Google+

Ao pisar no freio do veículo, ele não para instantaneamente. Entre o momento que o motorista observa um obstáculo à sua frente e decide acionar os freios até o instante que o carro realmente para, ele se desloca vários metros. Ao parar, terá percorrido uma distância que, entre outros fatores, depende do tempo de percepção e de reação do motorista e da velocidade em que o veículo se encontrava no início da frenagem.

Quanto maior a velocidade do veículo, maior a distância necessária para ele parar e, consequentemente, maior a probabilidade de ele envolver-se num acidente, ressalta Nivaldo Bautz, engenheiro de saúde e de segurança da CART – Concessionária Auto Raposo Tavares. Pelos cálculos de especialistas, considerando os tempos de percepção, de reação e de parada, se um carro estiver a 80km/h em pista seca vai percorrer em média 57 metros até parar totalmente assim que o motorista observar o obstáculo e decidir frear.

Se o mesmo veículo estiver a 100 km/h, a distância aumenta para 83 metros. Em pista molhada, com chuva, o veículo percorre uma distância ainda maior para parar totalmente.

Por isso, dirija sempre de forma defensiva, respeitando as leis de trânsito e os limites de velocidade. Aumentar um pouquinho a velocidade pode economizar minutos no final da viagem, mas também pode tirar vidas.

Tenha sempre em mente que a vida é o maior bem a ser preservado. Se o tráfego estiver lento, mantenha a calma. Para evitar estresse, programe a viagem já considerando o tempo que poderá gastar no trânsito e com imprevistos. Você, motorista, é o elemento mais importante do trânsito! Dirija com segurança!

A CART, uma empresa Invepar Rodovias, é engajada na Década Mundial de Ações pela Segurança no Trânsito, que tem como meta diminuir pela metade, até 2020, o número de vítimas de acidentes de trânsito no Brasil. A Concessionária promove uma série de atividades de orientação e educação no trânsito ao longo do Corredor Raposo Tavares.

Divulgação/Cart
 

Em pista molhada

A chuva reduz a visibilidade do motorista e deixa a pista molhada. Para evitar envolver-se em acidente, é necessário estar alerta, redobrar a atenção, manter acionada a luz baixa do farol, aumentar a distância do veículo à frente e reduzir a velocidade.

Com água na pista, pode ocorrer a aquaplanagem, que é a perda da aderência do pneu ao solo. É quando o veículo flutua na água e o motorista perde o controle sobre ele. Para evitar esta situação de perigo, o condutor deve observar com atenção a pista, reduzir a velocidade utilizando os freios antes de entrar na região com quantidade elevada de água devido à chuva.

Se o veículo deslizar sobre a pista molhada, tire o pé do acelerador, não acione a embreagem ou o freio. Segure firme o volante e deixe o atrito com água reduzir a velocidade até que as rodas adquiriram contato com o piso novamente.





publicidade


Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2014 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP