ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  NEWSLETTER  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNet.com.br
Bauru e grande região -
máx. 29° / min. 21°
Carregando
Política
Economia
Geral
Polícia
Bairros
Esportes
Regional
Cultura
Nacional
Internacional
Carnaval 2014
Classificados
Agendinha
Cinema
Bauru Pocket
Tribuna do Leitor
Entrelinhas
Tá Valendo
Em Confiança
Horóscopo
Falecimentos
JC na escola
Loterias
Atendimento JC
No JC
Jornada Mundial da Juventude

Papa Francisco fala sobre o que espera da JMJ em encontro com argentinos

Compartilhar via Facebook
Compartilhar via Google+

O Papa Francisco manteve o costume das decisões de última hora nesta Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Rio e participou, na tarde desta quinta-feira (25), de um encontro com os milhares peregrinos argentinos que participam do evento. O momento, realizado na Catedral de São Sebastião, o pontífice falou da importância de viver a fé em plenitude. “Por favor, não diluam a fé em Jesus Cristo. A  fé é inteira, não se dilui. É a fé em Jesus. É a fé no filho de Deus, que se fez homem, que me amou e morreu por mim”.

Diante do público que lotou as dependências da Catedral, o Papa falou sobre suas expectativas da JMJ. “Espero mexer nas dioceses, eu quero que saiam, quero que a Igreja vá para as ruas. Quero nos defender da comodidade, do clericalismo, de ficarmos fechados em nós mesmos. A Igreja não pode se converter em uma ONG”, mostrando que deseja o despertar de espírito missionário nos jovens.

Papa Francisco também fez comentários sobre os idosos e a exclusão dos jovens. “não cuidam dos idosos (...) uma eutanásia cultural (...). Não os deixam falar, não os deixam agir (...) e a exclusão dos jovens, a quantidade de jovens sem trabalho é muito alta”

Nas palavras improvisadas na Catedral carioca, Papa enfatizou o culto ao dinheiro: “O  culto ao deus dinheiro é tão grande que estamos presenciando a exclusão de dois polos da vida, que são as promessas dos povos. Os jovens têm que sair, têm que se fazer valer, têm que lutar pelos valores. E os velhos que falem, que abram a boca e ensinem os jovens. Transmitamos a sabedoria dos povos”, disse.

Para ele, existe necessidade de viver a fé com responsabilidade. “A fé em Jesus Cristo não é uma piada, é muito sério”, conclui.





publicidade




Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2014 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP