ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNET.com.br
Bauru e grande região - Domingo, 07 de fevereiro de 2016
máx. 32° / min. 21°
Nacional

Policiais civis ameaçam entrar em greve por melhores salários

Policiais civis de São Paulo começam a promover hoje uma série de manifestações que podem resultar em greve. O objetivo é pressionar o governo estadual a melhorar a estrutura da Polícia Civil, reajustar os salários da categoria e reduzir a quantidade de carreiras policiais.

A primeira manifestação acontece às 10h hoje no largo São Francisco, a poucos metros da sede da Secretaria da Segurança Pública, no centro de São Paulo. O protesto, chamado Reage São Paulo, reunirá delegados, investigadores e escrivães vinculados a duas entidades de classe.

A outra manifestação será em 11 de junho, no vão livre do Masp. Na ocasião, os investigadores votarão um indicativo de greve. A reclamação desse grupo de policiais é que o governo descumpriu uma promessa feita em 2008, na última greve da categoria.

“O governo se comprometeu a pagar aos investigadores e escrivães o salário de nível superior, mas até agora nada”, reclamou o presidente do Sindicato dos Investigadores de São Paulo, João Batista Rebouças.

Hoje, o salário base de investigador e de escrivão é de R$ 1.476,00. Pela proposta, o piso salarial seria de R$ 2.500,00, que corresponde a 70% do vencimento de um delegado.

As Mais Compartilhadas no Face
publicidade

Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2016 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP