ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNET.com.br
Bauru e grande região - Segunda-feira, 02 de maio de 2016
máx. 26° / min. 9°
Regional

Caminhão ‘atropela’ carro e mata 2

Acidente aconteceu perto do trevo de Piratininga na SP-225 e matou Odete Guedes e a sua filha Vânia Coutinho

Piratininga - Mais uma vez, próximo ao trevo de acesso a Piratininga (13 quilômetros de Bauru), no quilômetro 246 da SP-225 (Bauru-Ipaussu), foi o cenário de um acidente trágico. O Fusca conduzido por Odete Guedes foi atingido por uma carreta Scania que praticamente ‘atropelou’ o pequeno automóvel. No acidente morreram a motorista e a filha dela Vânia Guedes Coutinho, 27 anos, além de deixar ferido em estado grave o filho Leandro Guedes Coutinho, de 1 ano e meio. A colisão aconteceu ontem por volta das 18h30, segundo a Polícia Rodoviária.

Ainda não se sabe o que provocou o acidente. O Fusca de placas CGH-4257 de Piratininga teria saído do trevo que dá acesso à cidade, sentido Bauru-Ipaussu, quando foi atingido pela carreta Scania placas ILH 9330 de Ivoti Rio Grande do Sul.

O caminhão carregado de madeira MDF não teria conseguido evitar a batida na lateral esquerda do Fusca, onde estava a motorista, porém no impacto provocou ferimentos em Vânia Guedes, que estava no banco de passageiro, e,  em Leandro, bebê que estava sendo transportado preso à cadeirinha de segurança. Vânia morreu momentos depois após de ser socorrida e a criança estava internada.

O motorista do caminhão, cuja identidade não foi divulgada pela polícia, não se feriu, mas  não falou sobre a causa do acidente. O JC apurou que o caminhão voltava para o Sul do País para levar a carga de madeira.

A Polícia Científica esteve no local para fazer a perícia. Funcionários da Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart) e policiais rodoviários sinalizaram a via com lanternas para orientar os motoristas que passavam pelo local.

 

Vítimas

O médico da unidade de resgate da Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart) constatou a morte de Odete no local do acidente. No interior do Fusca só foi encontrada uma bolsa de Vânia com alguns pertences e uma mochila de acessórios para o bebê.

Um familiar muito abalado só conseguiu dizer ao JC que Vânia morava com a mãe na Vila Fernando Motta Mendes, em Piratininga. Ela e o irmão foram levados pela unidade de resgate da rodovia até o Pronto-Socorro Central (PSC) de Bauru, onde receberam socorro médico.

Vânia teve a morte constatada por volta das 21h. Já Leandro passava por exames no Pronto-Atendimento Infantil (PAI) até o fechamento desta edição. Ele permanecia internado em estado grave, mas havia previsão de sua transferência para o Hospital Estadual (HE) ou para Botucatu.

 

Outros casos

Apesar das melhorias na SP-225 como, por exemplo, o início das obras de duplicação do trecho entre Bauru e Piratininga, o trevo de acesso à cidade continua perigoso e no local já houve acidentes com mortes.

Falta de iluminação? Imprudência? As causas podem ser as mais diversas. Em 2010, Rosemary Miya Ishi, 34 anos, e seu filho, Bruno Matheus Eiji Ishi, de 9 anos, moradores de Bauru, morreram após colidirem com um caminhão no trevo de Piratininga. O automóvel Fiesta, placas EPH-8048, de Bauru, conduzido por Rosemary, acessou o trevo para entrar em Piratininga quando foi atingido na lateral pelo caminhão placas EJY-8048, de Matão.

No dia 21 de junho deste ano, pai e filha morreram após o veículo em que estavam bater de frente com uma carreta na Bauru-Ipaussu, por volta das 18h30. Elízio Carlos da Silva, 44 anos, e sua filha Ana Paula da Silva, 21 anos foram as vítimas fatais. Diego Silva, 18 anos, foi levado para o Pronto-Socorro Central (PSC) em estado grave. Um ônibus também foi atingido, mas teve apenas o para-brisas quebrado e não houve feridos. 


Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2016 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP