ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  NEWSLETTER  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNet.com.br
Bauru e grande região -
máx. 27° / min. 12°
Carregando
Política
Economia
Geral
Polícia
Bairros
Esportes
Regional
Cultura
Nacional
Internacional
Carnaval 2014
Classificados
Agendinha
Cinema
Bauru Pocket
Tribuna do Leitor
Entrelinha
Em Confiança
Horóscopo
Falecimentos
JC na escola
Loterias
Atendimento JC
No JC
Regional

Acidente de moto mata fotógrafo em Lençóis Paulista

Henrique Mucci, 27 anos, teve a preferencial invadida por um motorista que estava embriagado e teria tentado fugir

Compartilhar via Facebook
Compartilhar via Google+
Fotos: Billy Mao
Motocicleta conduzida pelo fotógrafo Henrique Mucci; ele morreu no local do acidente

O fotógrafo Henrique Mucci, 27 anos, morreu no final da tarde de ontem em um acidente de trânsito registrado no Jardim João Paccola, em Lençóis Paulista (43 quilômetros de Bauru). Mucci era fotógrafo free lancer na cidade e colaborava, esporadicamente, com os jornais da região, incluindo o JC.

O motorista que provocou o acidente, Wellington Luís Loriano da Silva, 31 anos, estava embriagado e teria tentado fugir sem prestar socorro à vítima. A colisão ocorreu por volta das 17h40, no cruzamento entre as ruas Bandeira Tribuzi e José Antônio Blanco. O fotógrafo trafegava pela rua Bandeira Tribuzi com sua motocicleta CBR 250, de cor vermelha, quando teve a preferencial invadida por um Monza bege, com placas AHK 1485, de Garça.

Segundo testemunhas, Silva transitava com o

Condutor do Monza estava embriagado e precisou ser amarrado na maca do hospital

carro em alta velocidade e, com o impacto, a moto teria sido arremessada sobre um alambrado, a cerca de dez metros de distância. Sem prestar socorro à vítima, o motorista tentou seguir adiante, mas quase teria atropelado três crianças que estavam na calçada, acabou colidindo contra um veículo estacionado e ainda arremessou um Corsa contra um poste de iluminação.

Amarrado à maca

O Monza só parou cerca de 40 metros depois, quando invadiu a calçada e bateu contra uma lixeira, que foi arrancada, ainda na rua José Antônio Blanco. Gravemente ferido, Mucci foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado inconsciente, mas ainda com vida, ao Pronto-Socorro do Hospital Nossa Senhora da

Piedade, onde acabou morrendo. Com algumas escoriações na boca e em uma das pernas, o motorista também foi levado ao hospital. Bastante agitado, ele teria sido amarrado à maca depois de tentar agredir policiais militares, bombeiros e funcionários da unidade de saúde, segundo relato de testemunhas.

Ele recebeu atendimento médico e foi liberado ainda na noite de ontem, quando prestaria depoimento na delegacia de polícia da cidade. Segundo informações prestadas pela Polícia Civil, o homem foi submetido ao teste do bafômetro, que apontou a presença de 0,70 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, o que caracteriza a embriaguez.

Quando foi tragicamente morto, Mucci carregava sua câmera fotográfica para mais um dia de trabalho. Ele acompanharia a sessão ordinária da Câmara Municipal de Lençóis Paulista, marcada para ter início às 19h. Casado, ele deixa um filho de apenas 4 anos de idade.





publicidade


Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2014 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP