ASSINE: (14) 3104-3144  |  ATENDIMENTO JC  |  BUSCA  |  NEWSLETTER  |  EDIÇÃO DIGITAL  |  SEGUNDA-FEIRA
JCNet.com.br
Bauru e grande região -
máx. 30° / min. 16°
Carregando
Política
Economia
Geral
Polícia
Bairros
Esportes
Regional
Cultura
Nacional
Internacional
Carnaval 2014
Classificados
Agendinha
Cinema
Bauru Pocket
Tribuna do Leitor
Entrelinhas
Tá Valendo
Em Confiança
Horóscopo
Falecimentos
JC na escola
Loterias
Atendimento JC
No JC
25/11/12 03:00 - Tribuna do Leitor

Viagens

Que força interior faz do homem um ser com tanta vontade de se deslocar? De procurar outros ambientes sempre que possível? Não há dúvidas de ter sido esta força a grande responsável pela distribuição humana por todo o planeta. A natureza sempre foi hostil ao ser humano, mas vencendo todos os obstáculos, ele povoou a Terra.

Esta mobilidade ainda está presente em nossas vidas e sempre a presenciamos quando, por exemplo, ocorre um feriado prolongado como o do último fim de semana. Observamos calados mais uma vez um número exagerado de veículos pelas rodovias que atravessam São Paulo e mesmo o Brasil e mais uma vez presenciamos motoristas aflitos na pressa de chegar ao destino; o desrespeito às leis de trânsito; os intermináveis congestionamentos e os trágicos acidentes.

Além de observar só nos resta concordar que há algo realmente muito grande que impulsiona as pessoas para a experiência de “mudar de ares”, da fuga do hábito e da rotina. Assim, uma viagem torna-se uma decorrência dessa necessidade, e o deslocamento espacial poderá proporcionar a descoberta, a “novidade” que se busca esperando preencher um cotidiano já sem cor, sem luz, sem graça, sem nada. Ainda que não se encontre a almejada paz, sempre é bom continuar tentando.

No fundo, todos temos a impressão que o que procuramos nesta vida está para além dos muros da nossa casa, nosso bairro, nossa cidade, em suma, para além dos horizontes que podemos enxergar.

Mas será que é sempre no longínquo de outras plagas que nossa felicidade gosta de se esconder?

O mundo se organizou de tal maneira que parece não haver mais o tempo livre. Ter mais um dia livre no fim de semana é como ter um prêmio há muito sonhado. Qualquer barreira é transposta para merecê-lo: bagagens, transtornos nas estações de trem, nas rodoviárias e aeroportos, horas-sem-fim nas estradas. São raras as pessoas que ao chegarem ao destino final da viagem conseguem manter o colorido e o êxtase da opção escolhida.

Nesta busca de um novo sol por tanta gente, temos sido testemunha de toda aventura na procura de lugares onde os pensamentos, as preocupações e os problemas possam não mais a acompanhar seus donos. Ao mesmo tempo, com o segredo aveludado de quem só acompanha com o olhar, sabemos que nosso modo de viver também pode ser apenas curiosidade de quem cruza nosso território.

Talvez só o caminho da volta sussurre, que o que todos buscamos não está lá nem aqui, nem em qualquer outro lugar, mas certamente dentro de nós mesmos
Antonio Grecco




publicidade


Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2014 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP