Bauru e grande região

Auto Mercado

Refinamento dinâmico

Na hora de enfrentar obstáculos, a boa cilindrada dá conta de oferecer o torque necessário em baixos giros

13/11/2019 - 03h23

Divulgação

A nova frente dessa geração da Ranger deixou os volumes mais horizontalizados e deu um aspecto mais elegante ao carro

A Ford Ranger é um carro agradável de conviver. Ainda mais nas versões superiores, em que o motor diesel 3.2 de 200 cv fala alto. Arracandas e retomadas, pressurizadas pelo turbo, são feitas de forma vigorosa, sem maiores esforços. As mais de 2 toneladas do veículo se animam com facilidade por conta do motor.

Como se trata de um motor diesel de baixa rotação, as marchas são curtas e as velocidades não chegam a impressionar. Mas na hora de enfrentar obstáculos, a boa cilindrada dá conta de oferecer o torque necessário em baixos giros. 

O interior, por sua vez, é muito espaçoso. Ele recebe bem até cinco passageiros - embora esta ocupação não seja indicada para trajetos muito longos. A suspensão tanto controla a carroceria quanto filtra as imperfeições. Mesmo em trechos de terra acidentados, mostrou capacidade de poupar os passageiros de baques mais fortes. Embora não traga luxo, a picape da Ford mostra um comportamento dinâmico com um equilíbrio incomum para este gênero de automóvel. Não só em curvas, mas nas acelerações progressivas e nas reações controladas do conjunto suspensivo.

 

Ficha técnica

Ford Ranger XLT 3.2

Motor: Diesel, dianteiro, longitudinal, 3.198 cm³, cinco cilindros em linha, turbo, quatro válvulas por cilindro e sistema de abertura variável de válvulas. Injeção direta e acelerador eletrônico.

Transmissão: Câmbio automático com seis marchas à frente e uma a ré. Tração integral com reduzida. Oferece controle de tração e bloqueio eletrônico do diferencial traseiro.

Potência máxima: 200 cv a 3 mil rpm.

Torque máximo: 47,9 kgfm entre 1.750 e 2.500 rpm.

Suspensão: Dianteira independente com molas helicoidais e amortecedores a gás. Traseira com eixo rígido, feixes de molas e amortecedores a gás. Barras estabilizadoras na frente e atrás. Oferece controle eletrônico de estabilidade.

Pneus: 265/60 R18.

Freios: Discos ventilados na frente e tambores atrás. ABS e EBD.

Carroceria: Picape com carroceria sobre chassi, com quatro portas e cinco lugares. Com 5,35 metros de comprimento, 1,86 m de largura, 1,82 m de altura e 3,22 m de distância entre-eixos. Airbags frontais, laterais, de cortina e de joelhos.

Peso: 2.261 kg.

Capacidade da caçamba: 1.180 litros.

Tanque de combustível: 80 litros.

Produção: General Pacheco, Argentina.

Preço: R$ 172.790.

Ler matéria completa