Bauru e grande região

Auto Mercado

Dinamicamente interessante

Espaço interno é bem adequado para a categoria e o acabamento merece elogios, não só pela qualidade dos materiais, mas também pela estética

por Eduardo Rocha

27/11/2019 - 03h32

Fotos: Divulgação

Pegada esportiva é um dos destaques

O Fiat Cronos HGT é uma daqueles esportivos de imagem. Quase nada diferencia seu comportamento dinâmico em relação à versão Precision, por exemplo. Este "quase" fica por conta das rodas maiores com pneus de perfil menor, que deixa o carro ligeiramente mais duro e controlável sem chegar a prejudicar o conforto. Então a questão é mesmo estética. E neste caso, o setor de estilo da marca italiana foi bem-sucedido. Os detalhes da versão são elegantes. Trocou os cromados externos por friso em preto brilhante, ganhou um discreto spoiler na tampa traseira e os emblemas, inclusive o da marca, são em preto.

Não se pode dizer, contudo, que o motor 1.8 16V de 139 cv seja fraco para o sedã de 1.270 kg. A relação peso/potência de 9,1 kg/cv é até interessante. Tanto que o zero a 100 km/h queimando etanol é feito abaixo de 10 segundos. O caso é que o comportamento do modelo é pouco agressivo. As acelerações são progressivas, mantém o equilíbrio nas frenagens e enfrenta curvas sem complicar a coisa, com uma comunicação entre rodas e volante bem direta. Quando se recorre às espátulas atrás do volante, dá até para fazer o motor gritar um pouco mais, mas parece ir contra a natureza do carro. O Cronos prima mesmo é pelo conforto de rodagem.

Diversos aspectos do modelo reforçam isso. O espaço interno é bem adequado para a categoria e o acabamento merece elogios, não só pela qualidade dos materiais, mas também pela estética. Nada é requintado, mas nada também é descuidado ou mal pensado. Em relação aos recursos, o Cronos também é completo. A central multimídia oferece os recursos mais modernos, como conectividade e uma boa interface gráfica. Já o comando vocal padece ainda da dificuldade de compreensão do que o usuário fala, comum à grande maioria dos sistemas multimídia das marcas. No fim de tudo, o Cronos é um carro moderno, com estética atraente e dinamicamente interessante. Mesmo que seja um exagero defini-lo como esportivo.

Ficha técnica

Fiat Cronos HGT 1.8 AT6

Motor 1.8: Gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.747 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro e comando simples no cabeçote. Coletor de admissão variável, injeção eletrônica multiponto e acelerador eletrônico.

Transmissão: Câmbio automático de seis velocidades à frente e uma a ré, com modo manual sequencial e espátulas para mudanças no volante. Tração dianteira. Oferece controle de tração.

Potência: 135 cv com gasolina e 139 cv com etanol a 5.750 rpm.

Torque máximo: 18,8 kgfm com gasolina e 19,3 kgfm com etanol a 3.750 rpm.

Aceleração 0-100 km/h: 10,8 segundos com gasolina e 9,9 s com etanol.

Velocidade máxima: 195 km/h com gasolina e 196 km/h com etanol.

Diâmetro e curso: 80,5 mm x 85,8 mm. Taxa de compressão: 12,5:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson, braços oscilantes inferiores com geometria triangular e barra estabilizadora, amortecedores hidráulicos e pressurizados e molas helicoidais. Traseira semi-independente por eixo de torção com molas helicoidais e amortecedores de duplo efeito. Oferece controle eletrônico de estabilidade de série.

Pneus: 205/50 R17.

Freios: Discos sólidos na frente e a tambor atrás. Oferece ABS com EBD.

Carroceria: Sedã em monobloco, com quatro portas e cinco lugares. Comprimento de 4,36 metros com 1,72 m de largura, 1,52 m de altura e 2,52 m de entre-eixos. Possui airbags frontais de série. Airbags laterais opcionais.

Peso: 1.270 kg.

Capacidade do porta-malas: 525 litros.

Tanque de combustível: 48 litros.

Lançamento da versão HGT: agosto de 2019.

Produção: Betim, Minas Gerais.

Preço: R$ 78.490.

Opcionais da unidade testada: chave presencial, retrovisores externos com rebatimento elétrico e luz de conforto, ar-condicionado digital, quadro de instrumentos de alta resolução TFT de 7 polegadas, sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico e câmara de ré com linhas dinâmicas, teto pintado de preto, airbags laterais e bancos revestidos em couro ecológico.

Preço da unidade testada: R$ 86.490.

Ler matéria completa