Bauru e grande região

Auto Mercado

Conforto real e imediato

Citroen C5 Aircross, que pode ser lançado no Brasil este ano, tem desempenho, tecnologia e muita comodidade

por Alessio Sanavio

05/02/2020 - 03h33

Fotos: Divulgação

A frente larga e muito alta integra alguns elementos estéticos que servem para reforçar a identidade do SUV

Há muitos motivos que podem levar um consumidor a optar por um Citroen C5 Aircross como carro do dia a dia. O modelo francês destaca-se por um caráter forte, personalidade arrojada e uma dinâmica intensa, sem ser excessivamente agressivo. A frente larga e muito alta integra alguns elementos estéticos que servem para reforçar a identidade do SUV e, na vista lateral, as proteções de plástico acima das rodas grandes, a estrutura elevada, com 23 cm de altura livre para o solo, e o Airbump (aquelas pequenas bolsas de ar nas laterais do carro) parecem indicar que está pronto para qualquer tipo de aventura.

O sucesso do C4 Cactus no Brasil parece ter estimulado a Citroën a estudar a importação de seu SUV médio. A previsão é que chegue ainda em 2020, com preço em torno de R$ 170 mil, semelhante ao praticado com o Peugeot 3008, com quem divide plataforma e parte mecânica.

O principal atrativo do C5 Aircross é mesmo o habitáculo. O ambiente é dominado pelo grande teto panorâmico, que pode ser aberto por meio de um botão próximo ao espelho retrovisor. O compartimento de passageiros disponibiliza uma grande área livre para os ocupantes e a sensação é de grande habitabilidade, com muitos espaços, alguns usados com inteligência. Caso, por exemplo, do compartimento sob o apoio de braço, que fica refrigerado quando o ar-condicionado é ligado e permite, por exemplo, que uma garrafa de água permaneça fresca durante uma viagem.

O painel de instrumentos é composto por uma tela TFT de 12,3 polegadas. As informações e o estilo podem ser configurados através da tela do sistema de infoentretenimento ou do volante multifuncional. Esta tela apresenta todas as informações úteis para o motorista e pode ser minimalista, apenas com o velocímetro, ou mais completo, com rotações do motor, velocidade, detalhes relacionados ao consumo e até dados do controle de cruzeiro adaptativo.

Os assentos dianteiros são particularmente confortáveis e, segundo a Citroën, foram projetados como uma poltrona, que combina espuma de poliuretano e espuma de alta densidade para garantir rigidez e conforto. Há a função de massagem multiponto com cinco programas diferentes, configurados através da tela sensível ao toque do sistema multimídia. De fato, é possível combinar massagens da parte lombar, das costas ou dos ombros para aliviar o cansaço da viagem.

Na parte traseira, os três bancos têm todas as dimensões exatamente idênticas, de modo a dar a cada ocupante o mesmo espaço.

Toda a fila de bancos pode ser movida para frente em até 15 cm para dar ainda mais espaço ao porta-malas. Eles também podem ser reclinados em cinco posições ou rebatidos, o que aumenta o volume de carga para 1630 litros.

Ao rodar, o C5 Aircross estende o conforto do interior. Mesmo com a modernização dos sistemas, com amortecedores magnéticos e sistemas ativos, a ideia de oferecer sempre o máximo de conforto a bordo de um carro Citroën não mudou.

No caso do SUV francês, há um sistema chamado amortecimento hidráulico progressivo, que garante o máximo de conforto. Conceitualmente, o princípio operacional é muito simples. Trata-se de um sistema tradicional, de molas e amortecedores que são equipados com dois mancais hidráulicos adicionais. Quando a mola se aproxima do fim de curso, estes mancais diminuem progressivamente as compressões, o que anula a aspereza da estrada.

Tecnologia

Além dos recursos de conforto, o Citroen C5 Aircross conta com diversas tecnologias de auxílio à direção, que funcionam separadamente ou que “conversam” entre si. Por exemplo, a função de reconhecimento de sinais de trânsito pode fazer o ajuste automático da velocidade no controle de cruzeiro adaptativo. Há ainda frenagem de emergência ativa, sistema de estacionamento automático e câmera de visão de 360 que monitora tudo o que acontece ao redor do carro. A versão testada contava com os auxílios dinâmicos comuns, como controle de estabilidade e tração com sistema Grip Control, que dosa a liberação do torque em cada roda de tração, assistente de partida em rampa e controle de declive.

Ler matéria completa