Bauru e grande região

Auto Mercado

Ford terá elétricos no Brasil

Marca não deu detalhes, mas o SUV Mustang Mach-E é a principal aposta

por José Antonio Leme

04/03/2020 - 06h00

Divulgação

Mustang Mach-E, o SUV totalmente elétrico, tem autonomia próxima de 600 km com uma única carga

A Ford está focada na eletrificação. Com produtos mais atraentes, o objetivo é elevar os lucros e recuperar apelo, após ter tirado vários modelos de linha. Depois do lançamento do Mach-E, o SUV elétrico do Mustang, a montadora confirma que quer lançar um elétrico no Brasil. Que pode ser justamente o Mach-E, em 2022. Fora isso, o Escape híbrido também será vendido no País no fim deste ano.

Além dessa plataforma, a Ford conta ainda com outras duas à disposição. Ela é parceira da Rivian, que está produzindo uma picape elétrica, e também da Volkswagen, que tem a modular MEB. Sem entrar em detalhes, Ted Cannis, chefe de eletrificação da Ford, lembrou que a plataforma da Volkswagen permite produzir veículos menores que a base do Mach-E e também da picape Rivia.

Cannis ainda citou como essencial para novos produtos a necessidade de produção em escala, o que garante custos mais baixos e melhor rentabilidade. Vale lembrar que a Kombi elétrica será vendida no Brasil a partir de 2023. Ela é produzida sobre a plataforma MEB, à qual a Ford terá acesso pelo acordo firmado entre as empresas no ano passado.

Há exato um ano, a Ford e a Volkswagen anunciaram uma aliança global para o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias. O primeiro fruto dessa união será uma nova Ford Ranger, que deve chegar em 2022 e terá versão feita pela VW. Haverá ainda uma interação entre veículos e o entorno, batizado de V2X.

Além do Mach-E, a Ford projeta, ao menos, outros quatro produtos elétricos, a serem desenvolvidos sobre novas plataformas. A de um SUV tem posição de guiar mais elevada e não atende a um sedã, por exemplo. Cannis preferiu não confirmar, mas o segundo pode ser uma versão elétrica da F-150. A picape é há mais de 40 anos o veículo mais vendido dos EUA.

Ler matéria completa