Bauru e grande região

Auto Mercado

Dinâmica familiar

Duster reafirma a condição de "SUV raiz"

18/03/2020 - 04h20

Divulgação

A carroceria manteve o estilo quadradão e rude, mas com novos vincos e detalhes

Ao volante, algumas evidências denunciam que o Duster mudou. A primeira delas é o próprio volante, que agora passa a contar com mais comandos, além de uma nova decoração, com detalhes em prata. O painel também mudou bastante. Perdeu o ar quase grosseiro e muito robusto, que distinguia o SUV, para adotar linhas mais limpas - e comuns -, com saídas de ar quadrangulares e superfícies lisas. A direção em si também mudou. O sistema de assistência agora é elétrico e, segundo a Renault, exige 35% menos esforço do motorista nos esterçamentos. Os bancos também estão mais encorpados e confortáveis, com melhor suporte lateral e nas costas. A tela da central multimídia um ficou um pouco mais alta, o que ajuda no acesso visual e tátil, mas poderia ter subido um pouco mais, para ficar realmente dentro do campo de visão do motorista.

As outras mudanças perceptíveis ficam do lado de fora. A carroceria manteve o estilo quadradão e rude, mas com novos vincos e detalhes. Os repetidores de seta, por exemplo, saíram da carcaça do espelho para se alojar na lateral do para-lama. Há um vinco duplo contornando o capô, as janelas traseiras ficaram um pouco menores e uma leve protuberância no para-lama traseira conduz às novas lanternas, quadradas. Na frente, o farol manteve o formato trapezoidal, mas ganhou uma assinatura em led no formato de "C", que também tem função de luz de condução diurna. O contorno nas caixas de roda manteve o formato bojudo, que alarga visualmente o SUV.

Na parte dinâmica, a não ser pela direção mais leve, tudo ficou como antes. O motor 1.6 é apenas suficiente para acelerar o SUV, sem maiores arroubos esportivos. No entanto, ele não se sai mal quando tem de enfrentar obstáculos típicos de estradas de terra mal conservadas - desde que não inclua lama, pois a tração é apenas na frente, sem qualquer recurso adicional, como diferencial com escorregamento limitado. A vantagem do modelo está na distância para o solo, de 23,7 cm, que também ajuda a criar bons ângulos de ataque e de saída, de 30º e 35º. Nesse ponto, o Duster reafirma a condição de "SUV raiz", embora tenha perdido a tração nas quatro rodas.

Ficha técnica

Renault Duster Iconic 1.6 CVT

Motor: Gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.597 cm³, com quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, comando duplo no cabeçote. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial.

Transmissão: Continuamente variável (CVT) com opção de trocas sequenciais de seis marchas pré-programadas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Controle eletrônico de tração.

Potência máxima: 118 cv e 120 cv com gasolina e etanol a 5.500 rpm.

Torque máximo: 16,2 kgfm com gasolina e etanol a 4 mil rpm.

Diâmetro e curso: 78 mm X 83,6 mm. Taxa de compressão: 10,7:1.

Suspensão: Dianteira do tipo McPherson com amortecedores hidráulicos telescópicos, triângulos inferiores e molas helicoidais e barra estabilizadora. Traseira semi-independente com molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos e barra estabilizadora. Controle eletrônico de estabilidade.

Pneus: 215/60 R17.

Freios: Discos ventilados na frente e a tambor atrás. Oferece ABS com controle de saída em rampa.

Carroceria: Crossover em monobloco com quatro portas e cinco lugares. Com 4,38 metros de comprimento, 1,82 m de largura, 1,68 m de altura e 2,67 m de entre-eixos. Oferece airbags frontaisde série. Altura mínimo do solo de 23,7 cm.

Peso: 1.279 kg.

Capacidade do porta-malas: 475 litros.

Capacidade tanque de combustível: 50 litros.

Itens de série: Barras de teto longitudinais, luzes diurnas, faróis de neblina, travas elétricas com travamento automático das portas a Km/h, chave-cartão resencial para travas e ignição, alarme perimétrico, vidros dianteiros e traseiros com função one touch, computador de bordo, ar-condicionado digital automático, regulador e limitador de velocidade, volante com regulagem de altura e profundidade, banco do motorista bipartido, direção elétrica, câmera de ré, sistema multiview com quatro câmeras, função Eco, retrovisores externos com regulagem elétrica, sistema multimídia com tela touchscreen de oito polegadas, alerta de ponto cego,

sensor de luminosidade, chave cartão hands free, rodas de liga leve 17" diamantadas e apoio de braço.

Preço: R$ 87.490.

Opcionais: Revestimento em couro sintético nos bancos (R$ 1.700), Pack Outsider, composto de proteção frontal com faróis de longo alcance, alargadores de paralama e friso na porta (R$ 2.300) e pintura metálica (R$ 1.650).

Preço completo: R$ 93.140.

Ler matéria completa