Bauru e grande região - Sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
máx. 33° / min. 23°
22/04/07 00:00 - Cultura

‘Aprendiz 4’ vai escolher novo sócio para Roberto Justus

Kátia Nogueira de Mello/Folhapress
Antes de “O Aprendiz 3” ir ao ar, em agosto do ano passado, o apresentador Roberto Justus disse que, para ele, seria a última edição do programa, pois não gostaria de ver o formato desgastado. Mas, por uma reviravolta do destino, o publicitário volta à Record com “O Aprendiz 4 - O Sócio”, com previsão de estréia para dia 3 de maio.

“Tem o mesmo nome, mas é outro programa. Nas outras edições, eu admitia um funcionário que iria trabalhar para mim. Nesta edição, vou escolher um sócio, que vai trabalhar comigo. Essa idéia me motivou a continuar, mas várias mudanças vieram com ela, como uma nova sala de reuniões, provas que vão exigir mais dos candidatos e uma seleção que não foi só de currículos, mas de projetos de parceria”, conta Justus, cujo programa já está na quinta semana de gravações e volta a ser apresentado às terças e quintas.

Na edição anterior, ia ao ar aos domingos. O novo critério de seleção - de escolher os candidatos pelas propostas de sociedade- acabou trazendo algo inédito ao programa: serão dez homens e seis mulheres na disputa, diferente dos balanceados oito concorrentes de cada sexo. “Eu não poderia olhar o sexo dos candidatos dessa vez. Como estou lidando com um futuro sócio, analisei seus projetos. Tem desde a pessoa que quer que eu entre na empresa que ela já tem, até quem tem um projeto de uma empresa completamente nova, a ser montada”, antecipa Justus, sobre o perfil de seus candidatos.

Foram mais de 26 mil inscritos - menos do que os 30 mil de 2004 e 60 mil de 2005 - interessados em faturar o maior prêmio de todas as edições: R$ 1 milhão, que deve pagar o salário de um ano do sócio e o investimento na sociedade. “A idéia de uma sociedade é ser montada para durar anos, talvez décadas. O propósito é mostrar para o público como funciona o nascimento de uma parceria, os mecanismos e critérios os quais temos de passar”, explica Justus.

Os participantes - com idades entre 23 e 42 anos – estão confinados no hotel Hilton, como nas edições anteriores, o que, para Justus, apimenta a disputa. “Ficar longe da família, com um monte de “inimigos’, é muito estressante. Temos dois candidatos com filhos, um deles recém-nascido. Se eles não forem embora no começo, terão de ter bastante autocontrole”, fala.




publicidade
Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2019 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP