Bauru e grande região - Terça-feira, 11 de dezembro de 2018
máx. 33° / min. 20°
25/11/07 00:00 - Esportes

Vôlei: Juliana Caetano deixa a Luso para jogar a Superliga em Minas

Rodrigo Ferrari
Que seja eterno enquanto dure, já dizia Vinícius de Moraes. Esta semana, de maneira amigável -sem farpas, rusgas ou discussões -, chegou ao fim o romance entre a ponteira Juliana Caetano Serafim e a Associação Luso-Brasileira. A jogadora está deixando a equipe bauruense para disputar a Superliga Feminina de Vôlei pelo Mackenzie de Belo Horizonte.

A atleta viaja hoje para Minas; amanhã, já terá a “oportunidade” de pegar no pesado. “Será meu primeiro treino”, diz. Natural de Taquaritinga, região de Ribeirão Preto, Juliana tem 20 anos de idade, um metro e 79 centímetros de altura e tem a força física como principal arma.

A mais nova contratação do Mackenzie chegou a Bauru no ano passado e já jogou uma final de campeonato. “Foi no Regional, mas a gente perdeu e acabou sendo vice”, diz. Agora, ela estaria prestes a conquistar seu primeiro título pela Luso, já que a equipe está disputando as semifinais de dos Campeonatos Estaduais Adulto e Sub-21.

“É uma grande perda para o time. Mesmo assim, estamos felizes por vê-la progredindo na carreira”, diz o diretor de voleibol do clube, Adriano Pucinelli. Enquanto esteve atuando em Bauru, Juliana não tinha salário. Ela recebia apenas uma ajuda de custo mensal, além de auxílios moradia e alimentação. No novo clube, sua vida financeira deverá melhorar consideravelmente. “Passarei a ter um salário... um grande salário”, diz a jogadora, sem revelar a quantia.

Juliana joga vôlei desde os 13 anos de idade. Já atuou em times da Capital (o Paulistano) e do Interior (Ribeirão Preto). Em 2003, foi campeã paulista pelo Sacramento. Seu primeiro jogo com a camisa do Mackenzie será contra o Minas.

Embora ansiosa com a proximidade da estréia, Juliana lamenta ter de se afastar das colegas de Luso. “Fiz grandes amizades aqui. O time é como uma segunda família para mim”, diz. Para tentar tapar a brecha deixada no time pela saída da ponteira, a Luso resolveu repatriar Mayhara Francine da Silva.

Revelada pela Luso, a atleta estava atuando pelo São José. “Como o time se encontra de férias nesta época, a diretoria (do time de São José dos Campos) aceitou me liberar para disputar a fase final do campeonato”, diz Mayhara, que tem corrido contra o tempo para conseguir se entrosar com as companheiras de time. “Fiquei muito tempo longe das meninas e preciso pegar o ritmo delas de novo”, diz.

O próximo jogo da Luso será quarta-feira, em São João da Boa Vista. O confronto, válido pelo Campeonato Paulista Sub-21, será o primeiro de uma série de três. Os próximos jogos do mata-mata serão sábado e domingo, em Bauru, no ginásio da Associação Luso Brasileira, com entrada franca.




publicidade
Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2018 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP