Bauru e grande região - Sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
máx. 33° / min. 23°
23/09/09 03:00 - Cultura

Ney Matrogrosso traz o show ‘Inclassificáveis’ neste sábado

Da Redação
Intérprete maior da música brasileira, Ney Matogrosso retorna a Bauru, neste sábado, com o elogiado show “Inclassificáveis”. A apresentação será na Sagae Eventos, a partir das 23h. A última passagem do cantor pela cidade foi em julho de 2005, com a turnê “Vagabundo”, ao lado de Pedro Luís & A Parede. Os convites e mesas já estão à venda.

O espetáculo “Inclassificáveis” nasceu antes do CD de mesmo nome, no final de 2007, batizado em razão da música de Arnaldo Antunes que está no repertório. Em entrevistas, Ney explicou que a turnê representa um novo momento em seus mais de 30 anos de carreira. “Quis fazer um trabalho mais pop, mais rock’n’roll, porque esse tipo de música dá uma margem maior, uma liberdade muito grande para trabalhar”, afirmou, em entrevistas.

O show foi dirigido pelo próprio Ney (que assina a iluminação, juntamente com Juarez Farinon) e contou com a participação do pianista e tecladista Emilio Carrera, antigo colaborador dos Secos e Molhados, na direção musical e à frente de uma banda jovem, arregimentada para o projeto: Carlinhos Noronha (baixo), Júnior Meirelles (guitarra e violão), Sérgio Machado (bateria), DJ Tubarão (percussão e pick-up), Felipe Roseno ( percussão).

O show rendeu dois produtos diferentes: um DVD, registrado ao vivo no Rio de Janeiro, e o CD “Inclassificáveis”, no qual o cantor gravou, em estúdio, as canções mais representativas do repertório selecionado para a turnê. São trabalhos de uma nova safra de compositores, incluindo Dan Nakagawa (“Um Pouco de Calor”), Pedro Luís (“Fraterno”), Mauro Kwitko (“Mal Necessário”), Marcelo Camelo (“Veja Bem, Meu Bem”), Iara Rennó e Alice Ruiz (“Leve”).

Há também composições de nomes consagrados, como Cazuza (“O Tempo Não Pára” e Por que a Gente é Assim”, com Frejat e Ezequiel Neves), Arnaldo Antunes (a faixa-título), o uruguaio Jorge Drexler (“Sea”), Itamar Assumpção (“Ouça-me”, com Alice Ruiz), Chico Buarque e Edu Lobo (“Ode aos Ratos”), Caetano Veloso e Gilberto Gil (“Divino Maravilhoso”), entre outros. O figurino do show é, mais uma vez, de Ocimar Versolato, que acompanha Ney Matogrosso há mais de dez anos.

Neste ano, Ney foi o ganhador do Prêmio Shell de Música. Pelo segundo ano consecutivo, o reconhecimento foi conferido a um artista por sua contribuição ao cenário musical brasileiro, desde que o regulamento foi alterado no ano passado, permitindo que intérpretes, além de compositores, ganhem o troféu.

Além da música, o artista também enveredou-se por outra área, neste ano. Aos 67 anos, ele atuou como protagonista do longa “Luz Nas Trevas - A Revolta de Luz Vermelha”, continuação do clássico de 1968 “O Bandido da Luz Vermelha”, de Rogério Sganzerla, baseado na história do criminoso João Acácio (1942-1998). No filme, ele interpreta o próprio bandido, vivido por Paulo Villaça (1946-1992) no primeiro filme. O longa deve ser lançado no próximo ano.


• Serviço

Ney Matogrosso apresenta “Inclassificáveis” sábado, a partir das 23h, na Sagae Eventos. Abertura dos portões marcada para 21h. Mesas e ingressos à venda no Bauru Tênis Clube, Bunny’s, Red Surf, Flipper Lanches e Pret-a-Porter. A Sagae Eventos fica na rua Ignácio Conceição Vieira, às margens da rodovia Bauru-Jaú. Informações: (14) 3104-5655.




publicidade
Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2019 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP