Bauru e grande região - Domingo, 16 de junho de 2019
máx. 29° / min. 16°
20/01/11 03:00 - Tribuna do Leitor

NA ESQUINA DOS MILAGRES...

Muito verdadeiro o artigo escrito pelo doutor Christiano Barros, médico cardiologista e perito do INSS, na Coluna Opinião do dia 17/01/2011, intitulado “A Esquina dos Milagres”...

Há quase oito anos faço jus ao meu direito de contribuinte da Seguridade Social (INSS) devido a complicações que sofri por causa uma cirurgia ortopédica. Em meados de 2004, época em que as perícias médicas eram realizadas nos consultórios dos médicos peritos do INSS, pude presenciar uma cena inusitada, que me deixou atônita...

Estava eu e minha irmã na sala de espera da clínica quando entra um homem forte, de meia idade, mancando de uma perna e fazendo uso de uma bengala para se apoiar. O fato me chamou a atenção porque eu mesma fizera uso de uma para me apoiar, mas naquele momento estava usando muletas, devido à cirurgia ortopédica pela qual havia passado, e olhando a cena, até senti saudades do meu passado... Mas enfim, chamaram o nome do indivíduo, ele entrou em um dos consultórios, e em seguida chamaram-me para consulta com outro médico/perito do INSS.

Minha consulta terminou, e saímos da clínica. Fiquei esperando minha irmã, que havia ido buscar o carro. Nesse espaço de tempo, sai da clínica o tal indivíduo da bengala, mancando, passou por mim, me dirigiu um sorriso e disse “até mais”.

O sorriso foi marcante, pareceu com um sorriso de quem alcançou seu objetivo... E para minha surpresa, quando o sujeito chegou à esquina, simplesmente, na maior naturalidade descarada, colocou a bengala no ombro, acendeu um cigarro e saiu andando, todo lampeiro e saltitante.

E pensar que existem tantos espertalhões como esse indivíduo, que usurpam o direito de contribuintes honestos, que se sentem humilhados em ter que provar sua incapacidade para o trabalho na “Esquina dos Milagres” (Ariani Queiroz Sá - beneficiária do INSS)




publicidade
(SF) © Copyright 2019 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP