Bauru e grande região - Sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
máx. 33° / min. 23°
30/06/16 07:00 - Tribuna do Leitor

A tocha do esquecimento

Edu J. Avallone - advogado

O que acontece com a cidade de Bauru e seus representantes? Nós não sabemos valorizar as pessoas que fizeram e fazem parte da nossa história e memória? Estou indignado. Como muitos sabem, Bauru foi escolhida para ser uma das cidades que vai receber a tocha olímpica. O esperado era que os responsáveis prestassem homenagem às pessoas de expressão nas suas mais diversas áreas de atividade, assim como as demais cidades do Brasil vêm fazendo. Mas, eis que vem a surpresa: simplesmente deixaram de fora o atual técnico da Seleção Brasileira de Basquete Feminino, Antônio Carlos Barbosa, o Barbosa. E aqui concordo e reitero as observações apresentadas pelo jornalista Pedro Valentim em artigo publicado na quarta, 29, na Tribuna do Leitor.

Quem criou a lista de homenageados se esqueceu de valorizar um bauruense que, de fato, representa a cidade no mundo com o esporte e que tem uma carreira profissional irretocável. Um bauruense que com essa Olimpíada completará três participações (o único treinador de basquete brasileiro com essa marca) e que possui um título olímpico. Barbosa comandou a Seleção na conquista da medalha de bronze na Austrália (2000), quarto lugar na Grécia (2004) e estará agora no Rio de Janeiro.

São mais de 20 anos como técnico da Seleção Brasileira, com mais de 400 jogos internacionais, recorde de seis participações em Pan-Americanos e Sul-Americanos. Ele não só é reconhecido como um dos melhores treinadores que honraram a camisa verde-amarela, mas também como o responsável por criar uma identidade ao basquete feminino brasileiro e difundi-lo pelo mundo.

Barbosa jamais escondeu suas origens. Sempre que o vejo em entrevistas na mídia, percebo que ele faz questão de apontar que é de Bauru e nomear uma a uma as pessoas que foram importantes para a sua trajetória. Quem o conhece sabe que ele jamais saiu de Bauru: rodou o mundo em campeonatos, torneios, Olimpíadas e sempre se manteve por aqui. Coisa rara para os dias de hoje.

O país vivencia um momento único com a realização dos Jogos Olímpicos no Rio e Bauru por receber a tocha símbolo da competição. No entanto, a cidade se apequena e mancha parte de sua história e memória ao deixar de prestar homenagem àqueles que jamais se esqueceram de suas raízes.

Precisamos de uma resposta, precisamos reparar essa injustiça!





publicidade
Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2019 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP