Bauru e grande região - Sábado, 18 de novembro de 2017
máx. 27° / min. 22°
01/09/17 07:00 - Entrelinhas

Entrelinhas

Branemark

A situação do Instituto Branemark, que obteve da prefeitura a área onde está instalado, na avenida Nações Unidas, em troca de atender pacientes da demanda pública, fato que não se consumou da forma como foi acordado, pode ter um desfecho hoje, durante reunião das partes envolvidas com o promotor da Cidadania e Patrimônio Público, Fernando Masseli Helene.

Efetividade

Apesar de não ter cumprido o que estava contratado com o poder público, o Instituto Branemark é um centro médico de excelência, com similar apenas na Suécia, país que sedia a Fundação que o mantém. Seria importantíssimo para a população carente que precisa de implantes dentários que se chegue a uma solução que não seja a de simplesmente fechar portas. Se o problema é a efetividade do órgão, que se encontre um denominador comum. Ao que consta, o Branemark não pretende deixar a cidade.

Novidade

A novidade é que a Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) entrou na discussão e pode fazer parte da resolução do problema. Ela atuaria com mão de obra no Branemark, desde que o instituto e a prefeitura cheguem a um acordo quanto ao passivo de atendimentos que está pendente e comecem um nova etapa com garantias de que a população será atendida, de fato. Vamos torcer!

Orçamento

A Prefeitura de Bauru, considerando apenas a administração direta, tem orçamento previsto em R$ 973,5 milhões para 2018, aumento de 15% em comparação a este ano (R$ 20 mihões vão para a Câmara). O valor é impulsionado pelos repasses previstos às obras da ETE e do PAC Asfalto, via governo federal. Entre as secretarias com maiores orçamentos, estão Saúde ( R$ 233 milhões), Educação (R$ 229 milhões), Obras (R$ 181 milhões), Sebes (R$ 64 milhões) e Semma (R$ 55 milhões).

Funprev

A Funprev tem receita prevista em R$ 223 milhões (sendo que R$ 196 milhões serão gastos com pagamentos de aposentadorias e pensões) e a Cohab tem previsão de R$ 42,8 milhões, com despesas de R$ 58,3 milhões, ficando deficitária em mais de R$ 15 milhões.

Audiência

O presidente da Câmara Municipal, Sandro Bussola (PDT), chamou audiência pública para a próxima quarta-feira, às 14h, com o objetivo de discutir o projeto de lei do vereador Coronel Meira (PSB) que tira do Conselho do Município o caráter deliberativo, passando para consultivo.

Aplicação

A Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara Municipal ouviu, na manhã de ontem, explicações do ex-diretor financeiro do DAE Waldir Antônio Gobbi sobre a aplicação de R$ 1 milhão do FTE em uma poupança, e não em fundos de renda fixa, mais rentáveis, como se faz com o restante do valor do FTE. Aos vereadores, Gobbi disse que tratou-se de experiência, pois ambos tinham índices semelhantes, à época, em junho de 2016. E que depois se esqueceu da aplicação, até que foi alertado. Pode isso, Arnaldo?

Esportes

Uma reunião do Conselho Municipal de Esportes está marcada para hoje, às 18h30, no auditório do Palácio das Cerejeiras, convocada pelo presidente do órgão Delfino Del Rey Jr. Na pauta do encontro, a criação de critérios para os futuros projetos que chegarão ao Fundo Municipal de Desenvolvimento Esportivo, e a fiscalização dos já existentes.





publicidade
Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2017 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP