Bauru e grande região - Segunda-feira, 27 de maio de 2019
máx. 26° / min. 11°
14/05/19 07:00 - Opinião

Em defesa da universidade pública, laica, gratuita e de qualidade a todos

Rita Melissa Lepre

Longe de ser o palco da balbúrdia, a universidade pública brasileira é palco de ensino, pesquisa e extensão de qualidade, de formação humana integral e de investimento no futuro das pessoas e da nação brasileira, constituindo-se como um importante espaço de produção e disseminação de conhecimentos.

Na universidade pública desenvolvemos ensino vinculado à práxis, nas modalidades presencial e à distância, por meio de metodologias adequadas à construção do conhecimento científico.

Formamos professores, engenheiros, médicos, educadores físicos, fisioterapeutas, entre tantos outros profissionais que ocupam o mercado de trabalho e possibilitam saúde, educação, segurança e garantem o bom funcionamento de tantos outros setores do bem estar social.

Na universidade pública também desenvolvemos pesquisa. Pesquisas de ponta que garantem desde a descoberta e desenvolvimento de novos medicamentos e vacinas até a proposição de novas tecnologias que visam melhorar as experiências humanas.

Formamos anualmente um grande número de pesquisadores em nível de mestrado, doutorado e pós-doutorado que disseminarão novos conhecimentos e proporão novas pesquisas, girando a roda da prosperidade e evolução científica.

A universidade pública também faz extensão. A extensão é a ação da universidade junto à comunidade, exercendo importante papel social. Na extensão, os resultados do ensino e da pesquisa de qualidade são levados à comunidade por meio de atividades como o atendimento em clínicas-escola, projetos diversos envolvendo a participação comunitária, disponibilização dos espaços internos da universidade para atendimento e formação continuada da população em geral, entre outras ações.

O trabalho desenvolvido nas universidades públicas brasileiras é sério, embasado cientificamente e sustentando por muito estudo, pesquisa e esforço de seus membros.

Duvidar de sua excelência e contribuição social, reduzindo sua imagem a alguns excessos que podem ocorrer (e ocorrem) em qualquer setor social, é um desrespeito a anos de investimento público e pessoal, de pessoas e setores sociais que arduamente dispensam seus esforços na construção do conhecimento científico, objetivando um mundo melhor para todos.

Lutemos pela Universidade pública, laica, gratuita, de qualidade e para todos!

A autora é professora doutora associada da Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, Departamento de Educação.





publicidade
(SF) © Copyright 2019 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP