Bauru e grande região - Terça-feira, 18 de junho de 2019
máx. 27° / min. 16°
05/06/19 07:00 - Opinião

Sustentabilidade: problema ou solução?

José Márcio Freitas Pereira

A relação do homem com o meio ambiente é uma das dualidades mais citadas no mundo atual. Neste contexto, uma palavra que tem ganhado relevância é a escassez. Está claro para todos os setores e para os estudiosos das questões ambientais que os recursos naturais são finitos e colocam a vida do homem em xeque. Se buscarmos a verdadeira raiz dos problemas que afetam a humanidade, a questão ambiental e suas repercussões estão no topo das diretrizes dos países no mundo todo. São alvos de intensos debates e reflexão. Enfim, um problema de todos, em qualquer localidade.

Nos últimos anos uma outra palavra ganhou a cena e vem sendo empregada de forma arbitrária: a sustentabilidade. Afinal o que ela significa? O que veio nos ensinar e por que é tão importante para que neste momento a humanidade entenda as regras do jogo? Segundo o dicionário, a sustentabilidade é a capacidade de sustentação ou conservação de um processo ou sistema. Ela deriva do latim sustentare e significa sustentar, apoiar, conservar e cuidar.

Trata-se de um tema que não pode ser confundido com modismos. Compreendê-la ou não integralmente pode nos dar uma diretriz capaz de nos levar à segurança ou ao caos de se viver no planeta Terra. Somente a inserção desta palavra em nosso cotidiano, como uma atitude, ação comportamental, coesão e consciência, poderá nos permitir reescrever a história e o futuro de nossas gerações. No mercado da construção civil, essa palavra tem extrema relevância. O que vale um empreendimento se ele não é edificado em um espaço sustentável? Temos que ter em mente que a preocupação com segurança, meio ambiente, conforto, torna-se tão importante quanto o tamanho, a localização e o valor de um determinado empreendimento.

Quando projetamos uma moradia de conforto, praticidade e bem-estar, de nada valem estes pré-requisitos se não projetarmos a longevidade de uma obra e seus impactos com o meio. Qualquer líder neste mercado de possibilidades precisa compreender que é preciso assumir responsabilidades, inverter a rota dos acontecimentos, inovar com ousadia e razão.

No mercado da construção, uma inovação que cada vez mais chega para ficar é a utilização dos produtos pré-fabricados ou pré-moldados com o objetivo de viabilizar a sua utilização de forma mais ampla. É possível adotar pequenas mudanças como dar preferência aos valores da sustentabilidade, usar produtos certificados, reutilizar recursos, adotar a economia como opção.

Temos muito a aprender ainda, mas estamos no caminho. Um fato está do nosso lado: o brasileiro é muito criativo e sabe enfrentar dificuldades. As nossas pequenas ousadias e a criatividade contida no nosso DNA podem nos elevar a um patamar que outros países ainda levarão mais tempo para chegar.

O autor é engenheiro civil e diretor de engenharia da Vitta Residencial Construtora e Incorporadora.





publicidade
(SF) © Copyright 2019 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP