Bauru e grande região - Terça-feira, 18 de junho de 2019
máx. 27° / min. 16°
11/06/19 07:00 - Tribuna do Leitor

Trinta e três, mais 14 milhões de reais, que política nojenta

Juraci Xavier - OAB/SP 374.890

Isso tudo é falta de competência de quem foi indicado para o cargo, na política não interessa se o apadrinhado tem competência ou não, o importante é colocá-lo em um cargo, é uma pouca vergonha!

Se a política fosse séria os municípios, estados e federação não estariam numa pindaíba (miséria) como estamos vivendo, é ladrão por todos os lados, ninguém aguenta mais essa roubalheira.

Não adianta a tal CEI dos vereadores, nunca li, vi ou ouvi dizer que uma Comissão Especial de Inquérito levou a alguma solução, é mais grana gasta, sem uma solução satisfatória, o resultado é sempre o mesmo, sem conclusão.

Não sei se tem direito ou jeito, mas em vez de gastar dinheiro com CEI, estuda uma situação que possa levar esses dois casos para a Lava Jato, daí dá para acreditar em uma solução que nos livre dessa conta (precatório), que vai sair dos nossos lombos, que é um absurdo nós arcarmos com essa pouca vergonha de falta de competência de quem estava no cargo para defender o município.

Ninguém pune ninguém. Um tem rabo preso com o outro. Se você me dedar eu também dedo você, e fica nessa pouca vergonha, que é um circulo vicioso.

E nós arcando com a falta de interesse dos supostos responsáveis.

Mas no fim está tudo certo, pois nós é que aceitamos tudo isso como cordeirinhos. Nem protestar protestamos.

Aceitamos uma barbárie dessa como coisa natural.





publicidade
(SF) © Copyright 2019 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP