Bauru e grande região - Terça-feira, 11 de dezembro de 2018
máx. 33° / min. 20°
07/12/04 00:00 - Regional

Botucatu decreta luto pela morte de Cury

Adilson Camargo
Botucatu - O prefeito de Botucatu, Antonio Mário Ielo, decretou ontem luto oficial de três dias em razão da morte do ex-prefeito Jamil Cury, 64 anos, registrada por volta das 7h do último domingo. As bandeiras do município, do Estado e do Brasil permanecerão respeitosamente hasteadas a meio mastro em homenagem ao ex-prefeito.



Cury vinha enfrentando problemas com câncer há alguns anos. Ele passou por diversas cirurgias e tratamentos de radioterapia, mas mesmo assim não resistiu à doença. O ex-prefeito estava internado desde domingo passado, no hospital Misericórdia Botucatuense, depois de passar por tratamento em São Paulo.



De acordo com o site de notícias Entrelinhas, de Botucatu, há três semanas Cury reuniu a família e amigos para comemorar seu aniversário, em sua fazenda em Bofete. Estiveram presentes amigos de faculdade, políticos e correligionários de longos anos.



Durante a festa, não reclamou da doença, mas teria levado às lágrimas alguns dos presentes, quando falou, com voz fraca e embargada, dos tratamentos que estava realizando.



Cury foi eleito prefeito de Botucatu em 1982 pelo PMDB e em 1992 pelo PSDB. Foi candidato a deputado estadual em duas ocasiões, mas o máximo que conseguiu foi a condição de primeiro suplente.



Foi presidente da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), e durante sua gestão, teve início a construção do rodoanel Mário Covas. Deixou o posto para assumir o cargo de assessor especial de gabinete do governador Mário Covas.



O corpo do ex-prefeito foi enterrado ontem à tarde no cemitério Portal das Cruzes.




publicidade
Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2018 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP