Bauru e grande região - Sexta-feira, 18 de agosto de 2017
máx. 23° / min. 15°
17/08/2017
Em Confiança


UM BOM NEGÓCIO



A Libertadores é o sonho de consumo dos nossos clubes, mas eles já estão seduzidos pela Copa Sul-Americana, cada vez mais valorizada. Esta é a 16ª edição da competição que terá cinco brasileiros nas oitavas e final e um deles pode encerrar 2017 "matando o boi". Ou seja: o campeão garante vaga na Libertadores do próximo ano e ainda recebe o prêmio de R$ 6,4 milhões - vice-campeão ganha a metade. É um bom negócio, justamente no momento em que o País sofre financeiramente, e para 2018 a Conmebol promete uma premiação recorde. Assim como na Libertadores, os argentinos dominam a Sul-Americana com cinco títulos, seguidos dos brasileiros com três. Os hermanos conquistaram a principal competição continental 24 vezes contra 17 dos brazucas. Só o Independiente foi campeão sete vezes, e já ganhou uma Copa Sul-Americana. Dois duelos brasileiros serão em 13 de setembro, jogos de ida das oitavas - Sport x Ponte Preta no Recife e Chapecoense x Flamengo em Chapecó. O Corinthians pega o argentino Racing no Itaquerão e no dia seguinte o Fluminense recebe o equatoriano LDU.



DESAFIO



O São Paulo encara o Avaí num confronto direto contra degola. Os avaianos estão no antepenúltimo lugar do Brasileirão e o Tricolor é o primeiro fora do Z4. O São Paulo só tem uma vitória como visitante, e vencer domingo em Floripa é outro desafio, porque tem se dado mal contra times fracos. Suspenso, Pratto desfalca o time paulista no duelo considerado uma "final".



QUE SECA!



Contratado pelo Palmeiras em fevereiro, a peso de ouro, Borja amarga um jejum de 11 jogos sem fazer um gol sequer. O atacante colombiano balançou a rede pela última vez em junho, na vitória sobre o Atlético-GO por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.



NOVIDADES



Recuperado da lesão, o meia Jadson volta a defender o Corinthians sábado à tarde diante do Vitória, no Itaquerão. Já o Santos promove a estreia de Nilmar contra o Coritiba, domingo à noite no Couto Pereira. Torço para o atacante balançar a rede e encerrar o jejum de gols do Peixe, que não saiu do 0 a 0 contra Avaí e Fluminense. No Palmeiras a novidade é fazer economia. O clube tem 32 atletas emprestados e gasta R$ 800 mil mensais com os salários deles, metade dos vencimentos.



SEM EMPOLGAR



Hoje o Barcelona recebe Paulinho mas a festa não deve ter muita euforia. Para os torcedores catalães não foi a contratação dos sonhos. Eles esperavam um craque mais renomado, pelo menos tipo Philippe Coutinho. Já a imprensa espanhola e até conselheiros do Barça acharam um exagero a multa rescisória de 120 milhões de euros (R$ 455,5 milhões). O volante que estava na China passa por exames médicos e assina contrato de quatro anos ante de ser apresentado no Campo Nou.



SEGURANÇA



O francês Nordine Taleb, lutador de UFC , foi segurança de Neymar nos três dias que o craque do PSG e seus parças curtiran Sain-Tropez, praia do chique litoral da França.



ALÔ, POLÍCIA



Pela terceira vez o ex-atacante Edílson foi preso pela Polinter em Salvador, por atraso no pagamento de pensão alimentícia. Antes de ser ídolo do Corinthians e Flamengo, além de pentacampeão mundial, o Capetinha jogou no Tanabi e no Guarani. Edílson também está envolvido em fraudes de pagamentos de prêmios da Loteria Federal, chegando a prestar depoimento na Polícia Federal.



MEMÓRIA



Brasileiro da Série C de 1998: Noroeste 2 x 1 Rio Branco, em Andradas, gols de Claudecir e Emerson. Ramon para o time mineiro. Árbitro: Edson Esperidião. Público: 1.046. Rio Branco: Marcelo; Newmar, Russo, Freitas e Wendell; Agnaldo, Reinaldo e Alexandre; Leal (Nilo), Guto (Geda) e Ramon. Noroeste: Vágner; Claudemir, Toninho, Claudecir e Esquerdinha; Alemão, Claudio e Alessandro (Souza); Rodnei, Emerson (Lobão) e Tequila. Técnico: Luiz Carlos Martins.



AQUELE ABRAÇO



Aquele abraço Roberto Biônico, ex-Santos e América do México


Leonardo de Brito
publicidade


 
Projeto Cidade Promoções e Eventos
(SF) © Copyright 2017 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - Atendimento (14) 3104-3104 - Bauru/SP