Bauru e grande região

JC Criança

CD "Vida Iluminada" será lançado nesta quinta-feira

Coral Santa Luzia, formado somente por pessoas com deficiência visual, vai apresentar seus talentos a partir das 20h30, no Teatro Municipal

por Aline Mendes

24/11/2016 - 07h00

Samantha Ciuffa
Coral Santa Luzia é composto por 18 cantores, um músico e o regente, todos com deficiência visual

Quando a reportagem chegou nessa quarta-feira (23) ao Lar Escola Santa Luzia para Cegos de Bauru, o coral fazia o último ensaio antes de um dia muito esperado. Nesta quinta-feira (24), às 20h30, o grupo lança seu primeiro CD, “Vida Iluminada”, no Teatro Municipal de Bauru.

Foi preciso posicionar o Coral Santa Luzia de modo diferente para a foto. O calor era forte no pátio da entidade, mas ninguém reclamou. Usando comandos de voz e solidariedade, os 20 artistas se organizaram.

Sorriram e continuaram cantando, bem afinados, vale ressaltar. E sem o acompanhamento do violão, afinal, o músico também estava posando para o registro histórico. Não é todo dia que o único coral do Brasil formado somente por pessoas com deficiência visual apresenta um disco com suas composições e a união de talentos.

Mesmo para quem está acostumado não é fácil encontrar palavras para descrever o som e a sensibilidade que tomaram conta do ensaio. A sugestão é prestigiar o lançamento hoje, levar o CD para casa, fechar os olhos e prestar muita atenção às letras: elas contam histórias bem reais.

Incluindo vários ritmos, do rock ao samba, as canções, várias delas compostas pelo grupo, falam não só da realidade de quem não enxerga, mas também da importância de não desistir. Tem até uma que faz homenagem a Bauru!

SONHO

Desde 2013, o Coral Santa Luzia é regido por Estevam Rogério da Silva, músico formado pela Universidade Sagrado Coração (USC), que tem deficiência visual congênita. E como esse coral se mantém tão harmônico? “Combinamos todos os detalhes no ensaio. Na hora da apresentação, uso sinais sonoros e estalar de dedos para as entradas”, explica.

Ele, que é de Jaú e toca em bares, vem para Bauru de ônibus sozinho para ensaiar o grupo, sem lamentar as dificuldades. “Estamos vencendo barreiras e mostrando a pessoas com deficiência, de qualquer tipo, que é possível realizar os sonhos. Para todo músico, gravar um CD é como ganhar uma Copa do Mundo; para nós, é como ganhar todas as Copas do Mundo!”, brinca.

De acordo com ele, esse trabalho é uma forma de mostrar potencialidades e a importância do apoio. “Famílias, abracem e integrem a pessoa com deficiência à sociedade, procurem entidades como essa e não desistam. Vencemos porque somos bem acompanhados”.

Entre as muitas mãos que auxiliaram esse projeto está o produtor musical Josiel Rusmont que, mesmo depois de horas de gravação do coral em seu estúdio, estava encantado com o ensaio. “Fiquei impressionado com o talento deles e aprendi muito, é incrível como são sensíveis e musicais. O Estevam é detalhista, tem um ouvido muito apurado e, na hora de gravar, sabia exatamente onde estava cada voz para fazer alguma correção”.

PROJETO

“Um dia cheguei para trabalhar e o coral estava compondo músicas. A composição é algo que sai do coração das pessoas e quando elas não enxergam, parece que mostram ainda mais os sentimentos. E eles são realmente talentosos”, partilha a diretora do Lar Santa Luzia, Nilce Regina Capasso Canavesi, que atua na entidade há 35 anos.

Desde então, ela passou a sonhar com a gravação do CD e fez um projeto que foi contemplado pelo Programa Municipal de Estímulo à Cultura. A verba não cobriu todos os custos, mas a entidade contou com apoiadores.

“Mesmo com todos os desafios é importante mostramos esse universo para diminuir os preconceitos. A pessoa com deficiência visual tem muitas potencialidades e pode estar inserida na sociedade em busca de uma vida melhor”, conclui.

SERVIÇO

Lançamento do CD “Vida Iluminada”, do Coral Santa Luzia: hoje, 24/11, às 20h30, no Teatro Municipal de Bauru. Os CDs custam R$ 10,00. Informações no Lar Escola Santa Luzia para Cegos: (14) 3236-1977.