Bauru e grande região

Bairros

Asfalto atrasa no Santa Edwirges

por Thiago Navarro

22/06/2019 - 07h00

Thiago Navarro
Obras no Pq. Santa Edwirges, como na alameda Ofir, estão paradas por conta da drenagem

O PAC Asfalto está com obras atrasadas no Parque Santa Edwirges, onde os trabalhos começaram em 2015, foram interrompidos e uma nova empresa foi contratada em 2017. O contrato entre a prefeitura e a Penascal Engenharia foi assinado em 22 de junho daquele ano e previa 24 meses para o término, portanto, hoje, todas as ruas já deveriam estar asfaltadas, o que está longe de ser uma realidade. O valor é de mais de R$ 14,4 milhões e um aditivo de até R$ 1 milhão para a drenagem ainda deve ser analisado.

Na parte baixa do Santa Edwirges, as alamedas Ofir, Esmeralda e Cartago, entre outras, têm, agora, nova previsão de conclusão do asfalto só para o final deste ano.

Na alameda Ofir, inclusive, a empresa contratada chegou a deixar uma máquina na frente de uma residência por mais de dois meses e o equipamento só foi retirado recentemente. Apesar do maquinário ter sido recolhido, a retomada da obra ainda depende de ajustes na drenagem.

Na Câmara Municipal, o vereador Sandro Bussola (PDT) pediu que os trabalhos fossem retomados o quanto antes, uma vez que o PAC Asfalto recebe recursos do governo federal, por empréstimo que o município pagará por, pelo menos, 20 anos.

A reportagem do JC esteve no Santa Edwirges nessa sexta-feira (21). Em alguns pontos, já é possível notar que as calçadas recém-construídas estão danificadas e também há guias e sarjetas levadas pela força da água. Na alameda Esmeralda, uma erosão se formou, enquanto nas demais vias é difícil transitar com carros e motos. Alguns postes no meio da rua deverão ser transferidos antes da pavimentação.

Outras ruas também estão com esgoto correndo sem canalização, problema que precisa de solução antes da colocação do asfalto.

A aposentada Aparecida Pereira Gomes lamenta a situação. "Eu já moro aqui faz bastante tempo e, nesta casa onde estou agora, há nove anos. Espero ver o asfalto chegar ainda. Faz uns quatro meses que parou a obra aqui nessa parte. Já prometeram entregar diversas vezes e, agora, falaram que ficará para o final do ano. Vamos ver se, dessa vez, acaba mesmo", afirmou a moradora da alameda Ofir, citando que outras pessoas estão há mais de 40 anos esperando o dia em que o asfalto chegará até as suas casas.

O secretário de Obras, Ricardo Olivatto, afirma que essa parte do Santa Edwirges teve problemas porque a rede de drenagem é antiga. O mesmo acontece em uma parte do Jaraguá, que faz parte do mesmo lote. Agora, outra rede deve ser construída.

"A rede é muito antiga e, quando o contrato foi feito, havia a possibilidade de aproveitamento, mas isso não é possível. O mais viável é construir uma rede nova, pois a antiga já está entupida, com pontos deteriorados. A empresa já nos apresentou proposta. Estamos devolvendo com algumas considerações e a proposta final deve chegar na semana que vem. Com base nisso, o Jurídico deve avaliar pedido de aditivo em até 45 dias. O o valor certamente não chegará a 10% da obra. Na verdade, deve ficar menor do que R$ 1 milhão para o Santa Edwirges e o Jaraguá. E esperamos conseguir usar verba de sobra do PAC e, com isso, evitar que a prefeitura tenha essa despesa", lembra.

EVOLUÇÃO

O PAC Asfalto no Santa Cândida, Santa Edwirges e Parque Jaraguá tinha previsão para terminar agora, mas, no caso deste segundo lote, haverá atraso.

O percentual do trabalho realizado até o mês passado no Jaraguá/Santa Edwirges era de 73% e no Santa Cândida era de 88%. Em ambas, a empresa contratada é a Penascal Engenharia.

Já o Parque Roosevelt está perto da conclusão. Nos demais setores, os trabalhos já foram concluídos, de acordo com a prefeitura, como o Tangarás, Pousada da Esperança e Jardim Vitória/Ouro Verde.