Bauru e grande região

Bairros

Trabalho de pesquisa e produção durou 2 anos

Jornalistas, músicos e radialistas integram a equipe do projeto do audiotour bauruense

24/07/2019 - 21h13

A equipe que responde pela produção e execução do Audiotour Bauru - Vozes do Tempo é formada por profissionais de várias áreas, o que foi fundamental para garantir os aspectos multidisciplinar e multimídia do projeto.

O trabalho tem direção de criação do jornalista João Correia Filho, autor dos guias turísticos-literários "À Luz de Paris", "São Paulo Literalmente" e "Buenos Aires, Livro Aberto" e "Lisboa em Pessoa", vencedor do Prêmio Jabuti no ano de 2012, na categoria turismo, e autor de reportagens jornalísticas e roteiros publicados no Brasil e no exterior.

A direção de som ficou por conta do produtor, programador e músico João Flávio Lima, que atua na Rádio Unesp FM e na produção de documentários relacionados ao universo musical.

A pesquisa histórica foi executada pelo jornalista, músico e escritor Luís Paulo Cesari Domingues, autor dos livros "Boca do Sertão - a História de Piratininga na Marcha do Café" e "Fronteira infinita: Índios, bugreiros, escravos e pioneiros na Bahurú do século XIX", que trata da ocupação humana na nossa região, a partir de 1850 e que originou a firmação da cidade. Luís Paulo divide a autoria dos textos com João Correia Filho.

O projeto também teve a locução da jornalista e radialista Camila Ravanelli e do radialista Guilherme Dias, produção executiva de José Vinagre, revisão de conteúdo por Fabiana Biscaro e design por Gustavo Domingues. Emílio dos Santos assina a trilha sonora.

Unir tantos profissionais em torno do projeto justifica-se pelo desconhecimento de parte da população a respeito da história local. "A história da origem de Bauru ainda é desconhecida, está encoberta, pois a maioria das informações dá conta do período das ferrovias", argumenta Luís Paulo Domingues, responsável pela pesquisa histórica e os textos do projeto.

"Tenho percebido nas palestras e aulas que ministro que esse conteúdo aguça muito o interesse das pessoas.

Há um grande interesse neste período da história", destaca Domingues.

Por essa razão, a decisão da equipe foi de que o audiotour Vozes do Tempo abordasse as origens de Bauru, a partir de 1850, como dos indígenas que habitavam a região e dos primeiros não indígenas que chegaram aqui, e também as histórias de meados do século XIX até chegar às ferrovias, no século XX.