Bauru e grande região

Bairros

Reparos e reformas: prefeitura não dá prazo

Embora possua projetos para reforma dos espaços, prefeitura ainda não tem data para tirar obras do papel

por Marcele Tonelli

08/12/2019 - 06h00

Tainá Vétere

Titular da Semma, coronel Airton Martinez considera a lei justa para o município, os consumidores comuns, as empresas e, principalmente, o meio ambiente

"A boa vontade é grande e estamos trabalhando para melhorar nossos bosques, mas precisamos ajustar alguns detalhes para que as obras saiam do papel". A afirmação é do secretário de Meio Ambiente de Bauru coronel Airton Martines. Três dos quatro bosques citados, Comunidade, Bauru 16 e Parque União, têm projetos para reformas, mas ainda não há prazos.

O quarto, localizado no Núcleo Geisel, está sob investigação da corregedoria da prefeitura, que apura o uso de uma emenda parlamentar de R$ 120 mil voltada para reforma. Há alguns meses, apenas troca de grades e pintura foram realizados no local e o serviço virou alvo. Sobre as reformas propostas, Martines explica que o Bosque do Parque União deve receber melhorias no seu calçamento, iluminação e um parquinho novo, além de grades em todo o seu entorno. "Será algo feito como contrapartida de um empreendimento vizinho que será construído, mas ainda estamos tratando de valores", cita o secretário, apontando previsão das obras para o ano que vem.

Ainda sobre o bosque em questão, Airton diz que a poda será programada para os próximos dias e que acionará o DAE para investigar possível despejo irregular de esgoto no córrego. 

A unidade do Bauru 16 também possui projeto de reforma, que inclui fechamento do espaço com grades e instalação de bancos. A poda por lá também será programada. "A obra vai sair, trabalharemos com contrapartida ou com nosso próprio orçamento no ano que vem", promete o secretário.

Mesmo em boas condições, o bosque da Comunidade também deve receber melhorias, segundo o hefe da pasta.

"Realizaremos a troca do gradil por um mais bonito e moderno. A iluminação também será trocada por LED. Estamos finalizando a licitação para abrir o processo", finaliza Airton.

Moradores ajudam a cuidar de bosque

Vinicius Bomfim

Situação do Bosque do Bauru XVI só não é pior, porque moradores se ajudam; na foto, Cleusa de Lima Redondo, Elaine Conte e Jaime Chaves Júnior

"Há 30 anos aguardamos por um bosque aqui". A frase de Cleusa Redondo, 58 anos, resume a tristeza de vizinhos do entorno do Bosque no Bauru 16. Sem a mínima estrutura ou aparência de um bosque, o local conta com a boa vontade dos moradores para não ficar esquecido no tempo. "A prefeitura aparece uma duas vezes por ano para cortar o mato e só", acrescenta Jaime Chaves Júnior, 58 anos. 

O espaço chegou a ter até quadra de vôlei de areia feita por moradores, na década de 1990. Hoje, o jardim é o máximo que eles conseguem manter, por falta de ajuda. "Dá dó, porque as crianças do bairro não tem onde brincar, isso aqui virou um perigo", completa Eleine Conte, 58.

Nascido no bairro, João Vitor Pacheco, 17, organizou amigos e comprou uma rede para o campo de futebol de lá. "Ajudamos no que dá", conta o rapaz.

Fonte aterrada

Vinicius Bomfim

Fonte do Bosque da Comunidade foi aterrada pela prefeitura

Como forma de resolver um problema antigo e que surgiu com a desativação da fonte do Bosque da Comunidade, a Semma resolveu aterrar o local e transformá-lo em jardim.

"Acho que era a solução mais barata para a prefeitura, infelizmente. Acumulava água lá e a cidade com esse problemão da dengue", reforça José Guedes, 37 anos, vizinho do local há três décadas. "Lembro quando o lago funcionava, era lindo. Tinham patos, gansos... mas o tempo passou e as coisas mudaram na cidade", acrescenta.

Cinco novos bosques

Semma/Reprodução

Projeto prevê construção de bosque no Isaura Pitta Garms

De acordo com a Semma, a atual gestão projeta ainda outros cinco novos bosques para a cidade. Os documentos em desenvolvimento contemplam espaços verdes nos bairros Nobuji Nagasawa, Isaura Pitta Garms, Jardim Auri Verde, Jardim Eugência e Vila Industrial. A inauguração dos novos espaços, contudo, não possui previsão.

Ler matéria completa