Bauru e grande região

Bairros

Um passeio pelos bastidores do Jardim Botânico

A beleza da natureza ganha o foco, mas o cuidado diário nos processos é o que garante que o local esteja sempre pronto para receber o público

05/03/2020 - 23h22

Fotos: Nayara Campos/Divulgação

Por trás da natureza, muitos trabalhos são realizados para que a experiência dos visitantes seja sempre positiva

Por trás da beleza natural que o Jardim Botânico oferece, diversos processos são realizados, diariamente, para que que o local esteja sempre pronto para encantar e receber, da melhor forma, pessoas de todas as idades. Na semana em que o local comemorou seus 26 anos, o JC nos Bairros apresenta os bastidores de duas equipes que visam levar conhecimento ao público que visita o local e promover o cuidado sobre o que de mais importante o Botânico tem: a natureza. 

Uma das atividades mais conhecidas do Jardim Botânico é o curso de férias e as visitas guiadas para grupos de escolas, universitários, adultos e idosos, realizadas pela seção de educação ambiental. Porém, de acordo com Vinícius Sementili Cardoso, chefe da Seção de Educação Ambiental, todo atendimento e informação ao público, a criação de sinalização e painéis informativos, agendas culturais e agendamento de visitas são desenvolvidos pelos setor todos os dias.

Ele, que também atua como guia nas atividades com o público, faz deste momento uma forma de trabalhar a consciência dos visitantes sobre a importância do local. "Se o Jardim Botânico não existisse, nós não teríamos nossa área de conservação ambiental. Aqui, onde hoje é uma reserva que protege nosso Cerrado, seria um local com construção de ruas, casas e indústrias, não existiria mais floresta", salienta. "Não é um parque urbano e não é apenas para visitação, é uma instituição voltada à conservação ambiental", completa.

A Seção de Educação Ambiental do Botânico ainda soma esforços com outras equipes para que o Jardim Botânico possa estar sempre aberto ao público mostrando a beleza e importância da natureza (leia mais na página 44).

PLANEJAMENTO

Sobre as atividades na seção - que também conta com o trabalho de Vitória de Paula Pereira César - o biólogo lembra que já foi questionado sobre o que faz quando não está na época dos conhecidos cursos de férias e destaca a importância da preparação para essas atividades com as crianças. "O trabalho não é somente a execução durante os 15 dias, tem toda a organização antes. Se realizamos o curso de férias em duas semanas, levamos, no mínimo, dois meses preparando e pensando em tudo o que será feito, os assuntos abordados, a organização", ressalta.

Ler matéria completa