Bauru e grande região

Ciências

Observatório

Comunique-se Email: [email protected]

22/02/2020 - 06h00

Quando se diz que é "cientificamente comprovado", quase todos se calam em um passe de mágica! Os argumentos se esgotaram? Solte frases como "As evidências científicas revelam" ou que "Foi estatisticamente comprovado!" São chavões de discussões intermináveis!

SEM PALAVRAS

Opinião e crença são típicas de política e religião. Em ciência existem os dados que devem estar disponíveis para qualquer pessoa, em qualquer lugar, analisá-los livremente, refazer e questionar os resultados, publicando-se novo trabalho. Mas tem que ser escrito em bons veículos científicos. Só falar ou divulgar não vale, pois disse o poeta: palavras são palavras e nada mais!

Experiência pessoal e opinião em ciência pura não significam nada! O que vale são dados publicados em revistas com credibilidade a partir da transparência dos resultados de cada trabalho e método que permita a reprodutibilidade. Tem muitas revistas e profissionais que vendem pesquisas e publicações!

Na ciência, não adianta a fama, o que resolve é coerência dos resultados com a proposta da pesquisa. Não tem como maquiar, vender ou ficar mais palatável um trabalho de pesquisa, ele tende a ser chato de ler, interpretar e aplicar. Se requer treinamento ou se utiliza profissionais que fazem este papel, escrevendo e traduzindo o mais difícil para uma forma mais fácil e prática: são os jornalistas da divulgação científica.

O contrário de científico é empírico, algo que se aprendeu com acertos e erros, sem testes, sem método reproduzível e publicado. O fato do conhecimento ser empírico não significa que não tenha valor, como acontece com as nossas "experiências pessoais". Ser empírico tem características diferentes do conhecimento científico, apenas isto e não significa que seja melhor ou pior! A maior parte do que sabemos é empírica, como a roda e até o fio dental. Sem usar o método, não é científico, e passa a ser questionável!

SIGNIFICADO

Vivemos em um país capitalista onde o lucro prevalece sobre tudo mesmo! Usa-se muito a ciência para vender. A comunidade científica não tem o papel de fiscalizar na sociedade o uso de informações falsas, divulgadas, propagandeadas, mercantilizadas e que não tem efeito benéfico nenhum! Uma característica marcante de cientista é ser cético por excelência!

Foi René Descartes quem nos ensinou a obter o conhecimento científico e criou o método! A ciência sem método não existe! Ser científico é ser obtido por um método explicitado para que se possa ser repetido a qualquer momento em qualquer parte. Ele escreveu: "só se pode dizer que existe algo quando puder ser provado, sendo o ato de duvidar inquestionável".

Aliás, o que significa a palavra método em sua origem? Ela vem do grego e significa o "caminho", a "via" ou "meio" utilizado para se chegar a um fim ou objetivo!

Ler matéria completa