Bauru e grande região

Cultura

'Leia que dá na teia' distribui livros na Getúlio

Idealizada pelo professor Sinuhe Daniel Preto, iniciativa ocorre hoje, a partir das 10h, na quadra 15 da avenida: 'E pretendo ampliar a proposta'

por Cinthia Milanez

16/06/2019 - 07h00

Renan Casal
O projeto é a realização de sonho antigo do professor Sinuhe

Estimular a leitura e, consequentemente, a educação dos cidadãos é o objetivo do projeto "Leia que dá na teia", desenvolvido pelo professor Sinuhe Daniel Preto. Ele pretende distribuir até 500 livros neste domingo, 16/6, a partir das 10h, na quadra 15 da avenida Getúlio Vargas, em Bauru.

De acordo com ele, o evento é a realização de um sonho antigo. "Em 2011, doei 400 obras no Lago do Igapó, em Londrina. Demorei para repetir a dose, porque só agora consegui reunir parceiros e patrocinadores", acrescenta.

Ainda segundo o professor, haverá livros de vários gêneros. Parte do material foi arrecadado em quatro pontos: Rembrandt COC, Dinâmico Vestibulares, Kanabara Açaí e Unicesumar. O restante seria adquirido por Sinuhe, graças ao auxílio de 12 empresas.

EXPANSÃO 

A ideia é expandir o projeto para o Calçadão da Batista de Carvalho e praças de outros bairros do município.

"Escolhi a Getúlio, inicialmente, por abrigar intenso fluxo de pessoas aos domingos. Porém, pretendo ampliar a proposta, afinal, o meu sonho é ver os indivíduos respeitando o próximo ou os sinais de trânsito, por exemplo. Só a leitura tem este poder", argumenta.

Sinuhe também explica o nome inusitado do projeto. "A palavra ''teia' faz menção à cabeça. Quis dizer que, quando lê, a pessoa trabalha o cérebro, os pensamentos e as ideias", reforça.

SERVIÇO

O projeto "Leia que dá na teia" distribuirá livros neste domingo, dia 16, a partir das 10h, na quadra 15 da avenida Getúlio Vargas, em Bauru. Outras informações: (14) 9 9749-1673 (Sinuhe).