Bauru e grande região

Cultura

A Música e a Dança do Congo

É o nome da vivência/show que o Sesc de Bauru recebe neste feriado, das 11h30 às 13h, com grupo formado por jovens em situação de refúgio

20/06/2019 - 07h00

Divulgação
Jovens do Congo em recente apresentação no Sesc Pompeia: estarão em Bauru nesta quinta-feira (20), com vivência-show, para marcar o Dia Mundial do Refugiado

Data instituída pela Organização das Nações Unidas em 2000, o Dia Mundial do Refugiado, hoje, ganha vivência/show "A Música e a Dança do Congo" com o grupo Os Escolhidos, das 11h30 às 13h, na Área de Convivência da unidade.

A atração, gratuita, é conduzida por jovens em situação de refúgio da República Democrática do Congo. Durante a apresentação neste feriado de Corpus Christi eles, que formam o grupo em questão, compartilham experiências e abordam aspectos culturais de suas raízes.

Rumba, zouk, etc.

O repertório é composto por ritmos característicos, tais como a rumba, a cappella e o zouk, que são interpretados em dialetos africanos. Um convite para o público experimentar as músicas e danças congolesas, destacam os divulgadores.

A programação pretende dar visibilidade ao Dia Mundial do Refugiado por meio de ações que incitem a troca e o diálogo, além de promover o protagonismo para as pessoas em situação de refúgio.

Sociocultural

O Sesc São Paulo desenvolve o programa "Trabalho Sociocultural com Refugiados" desde 1995, por meio de convênio com o Senac, a Caritas Arquidiocesana de São Paulo e o ACNUR - Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados. A iniciativa objetiva colaborar na integração das pessoas em situação de refúgio à nova realidade em que vivem no Brasil e estimular a desconstrução de estereótipos e intolerâncias.

Você sabia?

A estimativa global é de que quase 50 milhões

de pessoas vivem longe de seus lares de origens

por motivos de perseguição no planeta.

SERVIÇO

Sesc Bauru apresenta especial Direitos Humanos - Refugiados: 20/6, hoje, das 11h30 às 13h, com grupo Os Escolhidos, na Área de Convivência da unidade. Classificação: livre. Gratuito. Av. Aureliano Cardia, 6-71. (14) 3235-1750.