Bauru e grande região

Cultura

A hora e a vez da Idade Média

Mostra cinematográfica gratuita apresenta filmes que, de uma forma ou de outra, são inspirados no período; entrada é gratuita sempre às terças

16/07/2019 - 07h00

Divulgação
Cena do filme que terá exibição gratuita, às 19h30, no Sesc Bauru: "Trono Manchado de Sangue" foi dirigido por Akira Kurosawa

Reprodução
Atração é um clássico que transpôs a obra "Macbeth", de Shakespeare, para passado japonês

Iniciada dia 2, primeira terça do mês, a mostra cinematográfica "Outros Medievos" "pulou" o feriado de 9 de julho e, hoje, retoma sua sequência de exibições gratuitas no Sesc de Bauru.

Segundo os organizadores, trata-se de "um recorte de conteúdos audiovisuais que exploram outras leituras e que reveem os estereótipos sobre esse período histórico".

"Quando se trata de Idade Média, é lugar comum associá-la à 'Idade das Trevas' e a um obscurantismo no contexto ocidental, dando ênfase à expansão territorial e às guerras das Cruzadas."

Reiterando que as atrações ocorrem toda terça-feira, às 19h30, no Auditório do Sesc Bauru. Os ingressos gratuitos devem ser retirados com 30 minutos de antecedência na Central de Atendimento.

HOJE

O filme "Trono Manchado de Sangue" (classificação de 14 anos) é atração clássica deste dia 16. Direção: Akira Kurosawa. Japão/1957/110 min. Japão feudal, século XVI. As guerras civis sacodem o país. Dois valentes samurais, os generais Washizu e Miki, regressam aos seus domínios depois de uma batalha vitoriosa.

No caminho, uma misteriosa senhora profetiza o futuro de Washizu - o guerreiro se converterá no Senhor do Castelo do Norte. A partir deste fato, Washizu se vê imerso numa trágica e sangrenta luta pelo poder. Adaptação para o cinema de "Macbeth", peça de William Shakespeare.

PRÓXIMAS

Reprodução/Internet
Akira Kurosawa recebeu Oscar pelo conjunto da obra

As próximas exibições do projeto serão dia 23 com "Joana D'Arc" (com direção de Luc Besson e classificação de 16 anos) e no dia 30 com "Monty Python - Em Busca do Cálice Sagrado" (de Terry Gilliam) - este último o único com classificação 18 anos.

Um ícone

Akira Kurosawa (1910-1998) não foi apenas um dos mais importantes cineastas do Japão. Ele é reconhecido como um dos mais influentes da história do cinema e, por isso mesmo, influenciou diversas gerações de profissionais da Sétima Arte e, em 1989, foi premiado com Oscar pelo conjunto de sua consistente obra cinematográfica.

Divulgação
Um material de divulgação da produção nos Estados Unidos