Bauru e grande região

 
Cultura

Academia de Letras conclui projeto

Segunda etapa de iniciativa literária com estudantes, dessa vez, de escolas municipais de Bauru, aguarda lançamento

por Ana Beatriz Garcia

20/05/2020 - 05h08

Aceituno Jr

Projeto teve organização de Eron Veríssimo Gimenes e Rosa leda Accorsi Gabrielli (da ABL) e Cintia Mesquita (pelas escolas)

Há um ano e meio, a Academia Bauruense de Letras (ABL) publicou um livro com poemas escritos por alunos das escolas estaduais. Objetivo: aproximar a entidade da comunidade. O projeto e seu desenvolvimento foram tão positivos que o presidente, Eron Veríssimo Gimenes, decidiu fazer uma nova rodada, desta vez, com as unidades municipais.

O projeto conta com textos de alunos de quatro escolas do tipo na cidade: "Santa Maria"; "Nacilda de Campos"; "Cônego Aníbal Difrância" e "Etelvino Rodrigues Madureira".

No decorrer do ano passado, realizaram-se vários encontros, foi promovida a seleção, primeiro nas escolas e depois por acadêmicos, e marcado o mês de março para o lançamento.

O livro ficou pronto, mas o lançamento não aconteceu por conta da pandemia do novo coronavírus.

"Ainda não há previsão, mas os alunos e seus pais estão esperando ansiosamente e o lançamento ocorrerá numa alegre comemoração na Academia, no dia que for possível nos abraçarmos e nos cumprimentarmos alegremente", afirma Rosa Leda Accorsi Gabrielli, organizadora do projeto pela ABL ao lado de Eron.

OLHAR DE CRIANÇA

Por parte das escolas municipais, quem coordenou as ações foi a professora Cintia Mesquita, responsável também pela apresentação da obra.

"Reunimo-nos com outros professores, falamos sobre o projeto da Academia Bauruense de Letras, projeto já posto em prática com as escolas estaduais que se ramificou e frutificou. Nosso sonho foi ganhando corpo, esses professores da Rede Municipal de Ensino se empenharam junto a alunos bem pequenos e outros maiores colhendo frutos saborosos, belos poemas entre os quais selecionamos os mais significativos", diz em texto.

"E é dessa grandiosidade de sentimentos que nasce esta obra. Os leitores são chamados para uma viagem com olhares puros de crianças e adolescentes que também emanam, por meio de palavras doces e singelas, seus mais profundos sentimentos. Aquele sentimentalismo de amor em cada verso dito, traz um pouco dos contextos de suas realidades", conclui Cintia na apresentação da obra.

'Orgulho de ver a palavra ganhar vida'

Em sua mensagem na abertura do livro, Eron Veríssimo Gimenes afirma que "ver a palavra criar vida e desfrutar de seu uso povoando sonhos é, para a ABL, motivo de muito orgulho: afinal, a busca poética é incessante quando se pode ver a poesia fazer vida e o viver poético ser ecoante!".

"A Academia Bauruense de Letras adentra mais uma vez às escolas e essa atividade, iniciada a partir da obra 'Literatura na Escola', agora expande seus caminhos trazendo o "Literatura na Escola II", acrescenta o presidente. "Tece-se, portanto, a segunda coletânea que une várias vozes em um só som".

Ler matéria completa