Bauru e grande região

 
Cultura

Sociedade Amigos da Cultura e as ações em prol dos artistas e espaços culturais

Mostra Virtual de Artes Cênicas e o Programa de Apoio a Espaços Culturais Independentes são as duas iniciativas criadas para auxiliar o setor cultural

por Ana Beatriz Garcia

03/07/2020 - 04h52

Divulgação

Rodrigo Campbell, do Eixo 6 Teatral, em gravação dos vídeos para o Programa de Apoio aos Espaços Culturais

Pensando nas dificuldades encontradas pelo setor cultural em meio ao cenário de pandemia, a Sociedade Amigos da Cultura (SAC) lançou duas ações para apoiar os artistas e espaços culturais de Bauru: a Mostra Virtual de Artes Cênicas (I MOVA) e o Programa de Apoio a Espaços Culturais Independentes.

As iniciativas existem graças ao Prêmio Pontos de Cultura do Programa Estímulo à Cultura (ProAC), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, recebido pela SAC em 2019. De início, a intenção de uso da verba estava direcionada a realizar uma série de ações culturais gratuitas em 2020. Mas, devido à pandemia, a diretoria optou por fazer algumas mudanças no planejamento e canalizou esforços para apoiar os artistas e três espaços de cultura da cidade de Bauru.

MOSTRA VIRTUAL

A I MOVA está disponível nas páginas da SAC nas redes sociais e no canal do YouTube, onde estão sendo divulgados os vídeos produzidos pelos próprios artistas. A mostra conta com cenas curtas, leituras dramáticas, contação de histórias, números de circo e performances de artistas da cidade de Bauru e teve chamamento no mês de maio.

"Uma comissão composta por integrantes da diretoria da SAC foi a responsável pela seleção das propostas e analisou, principalmente, a sua clareza e a viabilidade de execução", comenta o presidente da SAC, o produtor cultural José Vinagre.

SERVIÇO

Para ver as obras da mostra, conhecer os espaços culturais apoiados pela SAC e acompanhar a programação, acesse @sacbauru no Facebook e Instagram.

Apoio aos espaços

O Programa de Apoio a Espaços Culturais Independentes da SAC contempla a Casa de Cultura Celina Neves, o Espaço Protótipo e o Eixo 6 Teatral. "Nós conseguimos esse espaço no segundo semestre do ano passado. Então, quando começamos a nos movimentar, aconteceu tudo isso", lamenta Rodrigo Campbell, gestor do Eixo 6 Teatral.

O valor de apoio do programa é um importante auxílio para que os espaços consigam passar por esse momento difícil. De acordo com os representantes da SAC, os três locais foram escolhidos por apresentarem um histórico de produção de atividades que vão além da atuação do grupo teatral ligado ao espaço, mas terem a prática de compartilhar o local com outros grupos artísticos da cidade.

Os três espaços também estão com suas próprias campanhas coletivas de captação de recursos. O público que tiver interesse em contribuir pode acessar o site e fazer uma doação para a Casa de Cultura Celina Neves, o Espaço Protótipo e o Eixo 6 Teatral.

Ler matéria completa