Bauru e grande região

 
Cultura

Banda faz versão roqueira de A-ha

Trio MCL, de Bauru, regrava "Take On Me", que completa 35 anos, e lança vídeo da performance em estúdio

31/07/2020 - 05h00

Fotos: Divulgação

Maurício Daniel, guitarra: violão e voz

"Take On Me", maior sucesso do grupo norueguês A-ha e que completou 35 anos de lançamento em abril, acaba de ganhar uma versão roqueira de power trio bauruense com raízes na vizinha Pirajuí. Gravado no Mister Rec Vintage Studios de Bauru, o clipe encerra a série de três músicas do projeto "Quarentena Sessions", do Trio MCL, e será divulgado nesta sexta (31/7), às 12h30, na página do grupo no Facebook e no canal do YouTube.

Os outros dois registros, "A Hard Day's Night", dos Beatles, e "Molly's Chambers", da banda norte-americana Kings of Leon, já estão disponíveis nas plataformas digitais da banda (veja mais abaixo).

Formado por Mauricio Daniel (guitarra, violão e voz), Luís Felipe "Chacrinha" Fabrício (baixo) e Marcus Liborio (bateria), o trio surgiu há quatro anos com a proposta de oferecer um som eclético e, assim, atingir os mais diversos públicos. Os músicos, aliás, somam mais de uma década de afinidade musical: já tocaram juntos em outros projetos que vão de sertanejo a heavy metal.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, surgiu a ideia do "Quarentena Sessions" e "Take On Me" é uma das versões que afirma a proposta do trio de manter um repertório diversificado, que transita entre o pop, o rock, o sertanejo, o brega e até eletrônico.

SERVIÇO

O lançamento da releitura roqueira de "Take On Me" será hoje (31/7), às 12h30, na página do Trio MCL no Facebook (https://www.facebook.com/triomcl) e no canal do YouTube (https://www.youtube.com/channel/UCncjrpE7cp5gEYVg6JZ3SkQ). As outras faixas do "Quarentena Sessions" já foram lançadas e podem ser acompanhadas nas mesmas plataformas digitais.

'Adaptação'

O hit, clássico dos anos 1980, tem o icônico timbre dos sintetizadores e a batida eletrônica como características marcantes. Na versão do Trio MCL, os músicos precisaram adaptar para um novo formato. "Eu usei um efeito no baixo para simular os synths e a guitarra fez a linha melódica, a parte mais conhecida da música, que originalmente acontece nos teclados", afirma Luís Felipe "Chacrinha".

Segundo Marcus Liborio, a seleção das três músicas teve a intenção de demonstrar a abrangência do repertório. "Tem de tudo na nossa lista. Um clássico dos anos 1960, como o dos Beatles, pode conviver com um som mais moderno como 'Kings of Leon' numa boa", pontua o baterista.

"Estamos reativando a banda para projetos na região. O momento da quarentena e isolamento social é propício para o planejamento", diz Maurício Daniel. "Quando as coisas puderem ser retomadas, será um prazer voltar aos palcos com um repertório atualizado", finaliza.

'Take on Me' foi sucesso em 1985

"Take on Me" é um single da banda norueguesa A-ha lançado no ano de 1985. Escrita pelos próprios membros da banda, a canção foi produzida por Alan Tarney para estreia do primeiro álbum de estúdio do grupo, Hunting High and Low de 1985. A música combina synthpop com uma instrumentação variada que inclui violões, teclados e bateria.

A música se tornou um enorme sucesso, alcançando, inclusive, a posição 1 na Billboard Hot 100 nos Estados Unidos (é a única música do A-ha a conseguir esse feito). No Reino Unido, o single também foi bem recebido (alcançou o #2 na UK Singles Chart).

O videoclipe utiliza um método de animação feito a lápis combinando junto com live-action (através de rotoscopia). O clipe ganhou seis prêmios no VMA de 1986. Foi a 18ª música mais tocada nas rádios brasileiras em 1985.

Ler matéria completa