Bauru e grande região

 
Cultura

Live em prol da solidariedade

Show com a banda Projeto anos 80, neste sábado (22), às 20h30, ajudará projeto de ensino gratuito de braile em Duartina

18/08/2020 - 05h00

Divulgação

Banda Projeto anos 80 é composta por Edson Yamada, Humberto Véscio, Alexandre Benetti, André Ricardo e José Eduardo

O próximo fim de semana tem programação animada para curtir sem sair de casa e relembrar os hits dançantes da década de 1980. A agenda fica por conta da apresentação virtual da banda Projeto anos 80, que traz um repertório carregado de sucessos da época. 

Durante a live, os espectadores poderão fazer doações para a manutenção do projeto social "Enxergando o futuro", que é voltado para o ensino gratuito de braile às pessoas com deficiência visual.

O projeto começou no ano passado, com aulas presencias em Duartina (SP) e, atualmente, funciona online, atendendo estudantes em todo o País. A doação será aceita por QR Code. Tanto pessoas físicas quanto jurídicas poderão colaborar.

Quem participar, vai concorrer a sorteio de alguns brindes. Os participantes da live concorrerão a uma réplica da camisa da Seleção Brasileira de Basquetebol masculino dos jogos Pan-Americanos de Indianópolis, em 1987.

A data marca a vitória do Brasil contra a seleção norte-americana. Haverá, também, o sorteio de uma camisa e bermuda oficial do treinador do Mogi Basquete, além de kits personalizados do cantor Daniel, com sacola, bloco de notas, toalha de mão e 1 DVD.

SERVIÇO

Live solidária "Projeto anos 80" neste sábado, às 20h30, pelo Youtube da banda Projeto anos 80, disponível no endereço https://www.youtube.com/channel/UC3XWgFWP2ceyi8Gm-mkT0wg/. Para mais informações sobre o projeto "Enxergando o futuro", acompanhe a página no Facebook https://www.facebook.com/projetoenxergandoofuturo/

 

'Enxergando o Futuro'

O projeto social foi criado pela empresária Daniela Reis Frontera que, aos 23 anos, foi diagnosticada com uma doença rara nos olhos.

Diante sua dificuldade em encontrar um profissional ou uma instituição para aprender Braile, a iniciativa nasceu para levar a alfabetização ao alcance de todas as pessoas com deficiência visual ou baixa visão. Atualmente, Daniela tem 20% da visão.

As aulas do projeto começaram em novembro de 2019, na cidade de Duartina, com 10 alunos. Devido à pandemia e ao isolamento social para conter o novo coronavírus, o ensino migrou para uma plataforma on-line, o que gerou muita procura. O resultado foi o crescimento no número de alunos, atualmente mais de 100 de todo o Brasil.

Ler matéria completa