Bauru e grande região

 
Cultura

'Sylvia que te ama tanto' está de volta

Diretor e fundador da Companhia de Teatro, Marcio Pimentel, o Marcio Pi, retornou a Bauru e já pensa em retomar espetáculos

por Ana Beatriz Garcia

16/09/2020 - 04h38

Reprodução/Facebook

Marcio Pi retorna para Bauru com novos projetos

Com 34 anos de muitos espetáculos, a companhia de teatro "Sylvia que te ama tanto" retorna a Bauru com seu fundador e diretor. Morando em São Paulo, desde 2007, onde firmou parceria com Marcelo Denny - que faleceu recentemente -, o ator e diretor Marcio Pimentel, mais conhecido como Marcio Pi, retoma seus trabalhos por aqui. "Enquanto estava fora, muitos profissionais continuaram fazendo um trabalho brilhante. Agora, eu voltei para me fixar. Tenho um carinho especial por Bauru e vim para somar, para agregar o cenário artístico da cidade", afirma Marcio Pi.

O diretor ainda vive o luto pela perda do amigo e diretor Marcelo Denny, que morreu no último dia 31, aos 51 anos, vítima de infarto. "Tenho que destacar que ele era um grande parceiro na direção dos espetáculos e na linguagem, na perspectiva e no avanço nesse aspecto da nossa companhia", afirma.

PROJETOS

Com toda animação do retorno a Bauru, que ocorreu mais precisamente em outubro de 2019, Marcio Pi já começou a pensar em uma retomada do espetáculo "Para Meninos e Gaivotas, um voo rasante", ainda sem data definida, junto de Mariza Basso, Alan Ospedal e Victor Deluzzi.

"A companhia nunca deixou de atuar, durante todos esses anos. Passaram vários nomes por ela, tivemos uma trajetória em Bauru de muitos espetáculos e muitas pesquisas. Agora, pensamos em remontar o 'Para Meninos' com um elenco bauruense", conta.

NOVO ESPETÁCULO

Mas a pandemia acertou o projeto em cheio e as atividades tiveram de ser suspensas. Ainda assim, Pi espera que ainda conseguirá colocar a peça - já indicada ao prêmio Femsa, como melhor espetáculo do ano - nos palcos de Bauru novamente.

Além deste, outro espetáculo está aguardando. "Neste momento, inscrevemos um projeto no ProAC e na Lei Federal de Incentivo à Cultura. "A peça 'A menina das águas que brotam sobre as pedras' fala sobre o rito de Oxum e o Rio Tietê, nos moldes do nosso teatro contemporâneo. É um trabalho inédito e estamos aguardando avaliação do ProAC e o apoio da Lei Rouanet."

Retomada

A companhia já ganhou muitos prêmios e atua desde 1988 em São Paulo e de 1994, em Bauru. Após a pandemia, os primeiros passos da retomada de Marcelo Pi ficam voltadas à peça "Para meninos e Gaivotas", que ressalta a preocupação com o meio ambiente.

A peça resgata a imaginação e a criatividade de maneira simples, levando o espectador, independente da sua idade, a navegar no sonho e história do garoto Gabriel, e expandir sua potencialidade criativa.

'Retorno fortalece a cena cultural do Interior', avalia Mariza Basso

É com alegria que a atriz Mariza Basso, da companhia Mariza Basso Formas Animadas, recebe de volta a Bauru o amigo Marcio Pi, retomando diversos projetos com sua companhia. "Nós trabalhamos juntos por sete anos, quando ele ainda estava em Bauru com o 'Sylvia que te ama tanto'. Depois disso, ele deu continuidade aos trabalhos, em São Paulo, e eu fui trabalhar com o teatro de bonecos. Como o teatro contemporâneo do Marcio tem relação com o teatro de bonecos, estamos trabalhando juntos novamente", afirma.

Sem as obras de Marcio Pi, em Bauru, Mariza relembra um dos retornos do diretor com uma peça em um dos festivais organizados por ela. "Foi um ótimo espetáculo. Lembro que a casa ficou lotada", conta. Para ela, o retorno definitivo é um ponto positivo para a cultura local. "Esse retorno fortalece o cenário cultural do Interior. É mais uma força para a cena. Ele tem experiência política e, com ele, vamos retomando também algumas questões da nossa luta pela cultura regional", conclui.

Ler matéria completa