Bauru e grande região

Cultura

Paris é palco para o novo livro de Sidney Fernandes

Autor espírita retrata a "cidade luz" no século 19, cenário para a dura e sofrida trajetória de Gabrielle, uma das "benzedeiras de Paris"

por Ana Beatriz Garcia

30/04/2021 - 05h00

Ana Beatriz Garcia

Sidney Fernandes lança seu 14.º livro, "Gabrielle, um ponto de luz"

Gabrielle era uma moça doce e amorosa, apesar de sua trágica história de vida. Após a morte da mãe no parto, passou anos sendo criada pelo pai alcoólatra até que, certo dia, ele a perde no jogo para um fazendeiro que a leva para trabalhar. A história desta personagem fictícia embasada em uma história real está em "Gabrielle, um ponto de luz", o novo livro do escritor Sidney Fernandes. A live de lançamento será neste domingo (2), às 9h.

A história se passa em Paris, no século 19, época em que a "cidade luz" foi assim denominada por conta das mentes mais iluminadas em diversas vertentes das artes, que eram atraídas para o local como insetos são atraídos pelas lâmpadas. Todo esse conhecimento é narrado neste 14.º livro de Fernandes, paralelamente à trajetória de Gabrielle.

"Ela começou a demonstrar sensibilidade mediúnica e este fazendeiro havia cometido diversos crimes, era um homem inescrupuloso. Sabendo disso, o homem teme que ela o leve à Justiça e decide matá-la. Mas ela é salva por um casal bondoso e, a partir daí, tem sua vida restabelecida e tem condições de cumprir sua missão", conta o escritor.

Seguindo esta educação formal, ela se torna uma das sensitivas mais procuradas da Capital francesa. "Na época, existia a lenda das 'benzedeiras de Paris' e essa personagem torna-se uma delas", comenta Sidney Fernandes. O autor explica que a obra também traz informações reais sobre as irmãs Baudin, Caroline e Pélagie, que são lembradas pelo Movimento Espírita por terem sido umas das primeiras médiuns das quais Allan Kardec se serviu na sua pesquisa acerca dos fenômenos espirituais.

O escritor ainda salienta que a leitura aborda os bastidores do lançamento do Livro dos Espíritos. "Eu aproveito o livro para contar como as coisas aconteceram naquela época, as dificuldades que tiveram. Inclusive, a história do repórter G. Du Chalard, que recebeu a obra em primeira mão. A publicação dele foi fundamental para que as pessoas começassem a ler o Livro dos Espíritos na época", afirma.

A obra será lançada oficialmente neste domingo (2), nas redes sociais da Editora Ceac, às 9h. "Haverá um bate-papo de lançamento e receberemos convidados em outras lives que serão realizadas no decorrer da semana", conta o escritor. Na segunda-feira (3), quarta-feira (5) e sexta-feira (7), às 20h, Fernandes receberá colaboradores da obra para falar mais sobre o assunto.

SERVIÇO

A obra será lançada oficialmente neste domingo (2), nas redes sociais da Editora Ceac, às 9h, pelo: https://www.facebook.com/ceaceditora O livro pode ser adquirido pela Editora Ceac, no link: https://www.editoraceac.com.br/ ao custo de R$ 35,00 (para sócios do clube R$ 22,00).

Ler matéria completa