Bauru

Conexão Biz

Xuxa e Chico Buarque assinam carta em defesa dos povos indígenas

Entre os signatários constam nomes como os juristas Celso Antônio Bandeira de Mello, Dalmo de Abreu Dallari, dentre outros

24/06/2021 - 05h00

Leo Aversa/Divulgação

Chico Buarque

O Supremo Tribunal Federal recebeu nesta quarta (23) carta aberta em defesa dos povos indígenas que reuniu 300 assinaturas, sendo 186 delas de personalidades. Entre os signatários constam nomes como os juristas Celso Antônio Bandeira de Mello, Dalmo de Abreu Dallari, Fábio Konder Comparato e Kenarik Boujikian, os cantores Chico Buarque, Daniela Mercury, Marisa Monte e Fafá de Belém, os intelectuais Lilia Schwarcz, Leonardo Boff e Frei Betto, as apresentadoras Xuxa Meneghel e Giovanna Ewbank e atores como Marieta Severo, Antonio Pitanga e Cassio Scapin, além de cineastas e nomes do esporte.

Documento critica o 'marco temporal'

O documento critica o chamado "marco temporal", entendimento segundo o qual os indígenas só têm direito à terra se conseguirem comprovar que ocupavam a área pretendida no momento da promulgação da Constituição Federal, em outubro de 1988, ou que foram removidos à força, sob resistência. O parecer foi elaborado pela Advocacia-Geral da União em 2017 - governo Michel Temer. No ano passado, o então ministro da Justiça, André Mendonça, defendeu o entendimento do marco temporal e disse que uma nova demarcação só ocorrerá no País se ele for levado em consideração.

Ler matéria completa