Bauru

Cultura

As cores do amor e do sofrimento

Búfalas de Brotas vítimas de maus-tratos foram homenageados pela artista Viviane Mendes

por Laylla Paes

24/12/2021 - 05h00

Laylla Paes

Viviane Mendes e sua obra em homenagem às búfalas de Brotas; quadro de 1,65 metro de largura por 2 metros de altura chama a atenção para a causa

No início de novembro, o Brasil foi tomado pelo sentimento de comoção e descrença ao serem divulgadas as primeiras imagens das búfalas de Brotas, animais que vinham sofrendo maus-tratos pelo seu proprietário, Luiz Augusto Pinheiro de Souza, vivendo sem comida e sem água, abandonadas para morrer. As imagens, tristes e sensíveis, percorreram a Internet, sensibilizando diversas pessoas e entidades do país. Uma das pessoas comovidas pelo fato foi Viviane Mendes. Grande amante de animais, a artista bauruense decidiu colocar em uma tela tudo aquilo que havia sentido ao observar o sofrimento daqueles animais, transpondo toda energia envolvida no caso em uma tela amorosa, impactante e cheia de simbologias.

Trabalhando com artes há mais de 20 anos, Viviane conta que sempre foi muito sensibilizada pela luta em prol dos direitos dos animais, os quais ela considera seus irmãos. "Na minha vida, não tem como eu falar de arte sem falar em sensibilidade. Não tem como falar de sensibilidade sem falar de bicho. Eles são meus iguais. Então, tudo que envolve este assunto também é assunto meu", diz.

Ao se deparar com as primeiras notícias da fazenda Água Sumida, onde as búfalas foram localizadas, Viviane se emocionou com toda a dor e sofrimento vivido ali. "O episódio é tão tenebroso que as pessoas nem querer ver. Então, eu quis utilizar minha arte para chamar atenção para o que está acontecendo em Brotas. [...] Eu vi búfalo chorando. Vi eles indo na mangueira tentando pegar uma gotinha de água. Isso é de uma crueldade que não tem como passar batido", desabafou, com lágrimas nos olhos.

MOTIVAÇÃO

A partir daquele momento, a artista decidiu utilizar de sua arte para ajudar a causa das búfalas, fazendo um quadro de 1,65 metro de largura por 2 metros de altura, chamando atenção para a causa de uma forma impactante, com cores vívidas e símbolos fortes.

"Não sabia de que jeito ia fazer nem como, mas comecei. Queria representar os [búfalos] vivos, que estão recebendo carinho, amor e cuidados, mas também aqueles que morreram, por isso fiz os chifres. A búfala que está viva, no quadro, é a única que tem chifre azul, simbolizando o céu. O céu está chorando a morte de todas as outras. Também utilizei o amarelo em volta, representando a luz e proteção que elas estão hoje. A flor [no canto inferior esquerdo] representa um futuro", explica Viviane Mendes.

A artista compartilhou detalhes do processo criativo em suas redes sociais, recebendo inúmeros feedbacks positivos sobre o trabalho. Após a finalização da obra, ela decidiu presentear algumas pessoas que foram peças importantes para o resgate dos animais de Brotas, como Guto Machado, da cidade de Jaú. Ele foi um dos primeiros ativistas a chegar até a fazenda onde os animais estavam abandonados.

"Tem muita gente que está lá desde o começo, sofrendo ameaças, dormindo dentro de carro e tudo mais. Então, resolvi imprimir a obra como gravuras e decidi oferecer como presente de Natal", conta Viviane Mendes. "É para eles que eu queria dar alguma coisa de mim".

Além de Guto, também receberam as gravuras Alex Parente, da ONG ARA, que tem atuado arduamente no local; o prefeito de Brotas, Leandro Corrêa, e o delegado Douglas Brandão.

SERVIÇO

Para ajudar a ONG ARA na recuperação das búfalas de Brotas, basta realizar um Pix para o CNPJ 14.732.153/0001-38. Pelo Paypal, o e-mail é: [email protected] Acompanhe todo o trabalho da organização pelo Facebook: https://www.facebook.com/amorerespeitoanimal/.

Ler matéria completa

×