Bauru

Cultura

Bauru perde a bailarina Dalva Correa, um dos seus ícones da dança, aos 81 anos

por Laylla Paes

21/01/2022 - 17h10

João Rosan/Arquivo

Dalva Maria Corrêa Silva foi fundadora do Ballet Vitória Régia, em Bauru

Bauru perdeu, nesta sexta-feira (21), um dos seus principais ícones da dança: a bailarina Dalva Correa. Ela  faleceu às 15h50, aos 81 anos, em Maringá, no Paraná, onde morava atualmente com uma de suas filhas. O óbito ocorreu, segundo a família, em função de uma crise respiratória, provocada por um tumor. Ainda não estão definidos o velório e o enterro, mas o corpo da bailarina será enviado a Bauru.

Conhecida pelo seu extenso trabalho na área da dança, foi fundadora Ballet Vitória Régia e professora de mais de 6.500 alunos ao longo da vida, deixando seu legado marcado na vida de milhares de artistas e espectadores de Bauru e região.

Amante do balé desde a infância, Dalva iniciou suas práticas artísticas aos 7 anos de idade, quando ainda residia em sua cidade natal, São Paulo. A bailarina sempre deixou claro que o incentivo do pai foi essencial para sua formação, já que ele foi responsável por levá-la a sua primeira escola de dança na capital.

Dalva deixa as filhas Marisa e Márcia e as netas Anna e Melissa, além do irmão Attiliano. 

Ler matéria completa

×