Bauru e grande região

Economia & Negócios

Exportações e importações crescem

Dados de 2018 apontam que Bauru gerou US$ 239 mi exportando e US$ 80 mi importando, aumentos respectivos de 15% e 17% sobre 2017

12/01/2019 - 07h00

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda (Sedecon) divulgou nessa sexta-feira (11) o Relatório de Exportações e Importações de Bauru. Segundo o Ministério de Indústria e Comércio Exterior e Serviços (MDIC), entre os meses de janeiro e dezembro de 2018, a cidade gerou um valor aproximado de US$ 239,69 milhões em exportações e US$ 80,28 milhões em importações. Comparado ao mesmo período de 2017, o município demonstra um crescimento de 15,85% nas exportações e 17,63% nas importações.

Entre os produtos mais exportados, estão metais comuns e suas obras; carnes de animais da espécie bovina e produtos do reino animal; máquinas e aparelhos; e material elétrico e suas partes.

POR PAÍSES

Os países com maior número de participação nas exportações de Bauru são Bolívia (45%), Filipinas (11%) e Estados Unidos (5,4%). Já nas importações, a China lidera com 28%, seguida pela Argentina (18%) e pelo Estados Unidos (10%).

RANKING

A balança comercial manteve saldo superavitário de US$ 159,41 milhões, classificando o município de Bauru em 43.º lugar no ranking de exportações e em 73.º no de importações, ganhando três e quatro posições respectivamente no Estado de SP. No cenário nacional, Bauru ganhou 23 posições no ranking de exportações e oito posições no ranking de importações, comparado ao mesmo período de 2017.

Segundo relatório do próprio ministério, Bauru possui 51 empresas exportadoras e 97 empresas importadoras. "A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico busca fomentar o mercado local em relação ao tema, levando em consideração o potencial das empresas de Bauru e sua região. Além disso, o município conta com ferramentas importantes para o processo de importação e exportação de bens e serviços, como, por exemplo, o Terminal Alfandegário de Bauru (Eadi - Porto Seco)", destaca o município, em nota.

Diretor de Logística e Novos Negócios, Ariel Barca destaca ainda que a Sedecon possui as orientações necessárias e as parcerias para que os empresários que desejam exportar sejam atendidos.