Bauru e grande região

Economia & Negócios

Economia com a reforma da Previdência cai para R$ 962 bilhões

Estimativa é feita pelo Governo Federal

05/09/2019 - 06h00

Brasília - O relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), fez mais concessões ao apresentar a nova versão da proposta nesta quarta-feira (4).

Com isso, a estimativa de economia com a reestruturação das regras de aposentadoria recuou para R$ 962 bilhões em dez anos para o governo federal.

Essa projeção, porém, considera a PEC (proposta de emenda à Constituição) já aprovada pela Câmara e também mudanças que Jereissati incluiu em um anexo do texto (leia acima).

AUMENTO

Esse anexo será separado do projeto principal e ainda terá que ser votado tanto pelo Senado como pela Câmara.

Chamada de PEC paralela, a complementação da reforma da Previdência prevê a inclusão de Estados e municípios na reforma, medidas de aumento de arrecadação, que vêm sendo criticadas por parlamentares, e alterações em pontos do projeto original do governo. Portanto, a expectativa de uma reforma com uma economia de R$ 962 bilhões é considerada otimista.

Ler matéria completa