Bauru e grande região

Economia & Negócios

João Doria descarta reduzir ICMS sobre os combustíveis: 'Não é tema estadual'

Medida pedida por Jair Bolsonaro iria atenuar a eventual alta da gasolina

por FolhaPress

09/01/2020 - 06h00

São  Paulo - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que "não se estuda e não se vai estudar" a redução de ICMS sobre combustíveis para atenuar uma eventual alta da gasolina devido à crescente tensão entre Estados Unidos e Irã. A medida foi sugerida aos estados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Não há a menor chance de o governo federal depositar essa conta [da alta da gasolina] nos governos estaduais. Não faz o menor sentido isso", disse Doria a jornalistas durante o leilão da concessão de rodovias Piracicaba-Panorama.

Doria afirma ter conversado com outros governadores e que a posição dos estados é similar à de São Paulo.

"O governo de São Paulo não fará isso [reduzir o ICMS sobre combustíveis] e tenho a sensação de que os outros 26 governos também não. O sentimento que pude aferir dos governadores de todas as regiões do país é de que não faremos isso. Esse não é um tema estadual, é federal", afirmou o governador.

Na segunda-feira (6), Jair Bolsonaro disse que não irá interferir no preço da gasolina e que a tendência é de que o valor do combustível se estabilize.

Ler matéria completa