Bauru e grande região

 
Economia & Negócios

Presidente do INSS pede paciência e se desculpa

por FolhaPress

14/09/2020 - 12h26

Divulgação

Leonardo Rolim, presidente do INSS: sem perícias médicas

O presidente do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Leonardo Rolim, pediu nesta segunda-feira (14) paciência aos segurados que foram até as agências e não conseguiram atendimento. "As pessoas precisam ter um pouco de paciência", disse, em entrevista à Globo News. 

O INSS alega que avisou os beneficiários com agendamento por meio de SMS, email e pelo portal Meu INSS sobre a não reabertura, mas o aviso não surtiu o efeito esperado, muitos não viram o recado e outros podem estar com o cadastro desatualizado. Com isso, houve filas nas agências e muitos voltaram para casa sem atendimento.

PERÍCIAS MÉDICAS

A decisão de não retomar o atendimento presencial vale apenas para São Paulo. No entanto, os peritos médicos já haviam anunciado que não voltariam ao trabalho e, mesmo assim, houve a confirmação, pelo próprio INSS, de que perícias seriam feitas. Rolim pediu desculpas. "Aproveito para pedir desculpas àquelas pessoas que foram até as agências e que não conseguiram ter atendimento a tempo", disse.

Ele afirma que o instituto já recorreu da decisão. "Nós já recorremos, deixando claro que INSS é uma atividade essencial, que nós temos obrigação de atender as pessoas." Rolim diz que o protocolo sanitário adotado é seguro. "Já estamos mostrando ao Poder Judiciário que nosso protocolo é rígido, portanto a segurando dos segurados e dos servidores do INSS está garantida."

Ler matéria completa