Bauru

Economia & Negócios

Supermercados levantam dados para medir taxa da Mastercard em cesta básica

Ministério da Justiça abre investigação para apurar possível aumento abusivo feito pela empresa no valor cobrado sobre o uso de cartões de crédito e débito

por Joana Cunha, FolhaPress

20/05/2022 - 15h59

Divulgação/ MasterCard

Segundo a entidade, houve reajuste nas taxas, que terá de ser repassado ao consumidor em momento de alta inflação

Na queda de braço com a Mastercard, a Abras (Associação Brasileira de Supermercados) encomendou um estudo à FIA (Fundação Instituto de Administração) para medir o impacto das taxas de intercâmbio cobradas pela bandeira de cartões na cesta básica.

Segundo a entidade, houve reajuste nas taxas, que terá de ser repassado ao consumidor em momento de alta inflação.

Nesta semana, após denúncia da Apas, o Ministério da Justiça abriu uma investigação para apurar possível aumento abusivo feito pela Mastercard no valor cobrado sobre o uso de cartões de crédito e débito.

Em nota divulgada pelo órgão, o ministro da Justiça, Anderson Torres, diz que qualquer movimentação que eleve preços precisa de atenção, principalmente por parte de empresas líderes de mercado.

A Abras afirma que seu presidente, João Galassi, vai levar o jurídico da entidade ao Banco Central na próxima semana para falar sobre o assunto.

Ler matéria completa

×