Bauru e grande região

Esportes

Roland Garros: Soderling se vinga e elimina Federer

02/06/2010 - 07h00

O suíço Roger Federer, tenista número 1 do mundo, foi eliminado de Roland Garros pelo sueco Robin Soderling (sétimo do ranking mundial) por 3 sets a 1 (3/6, 6/3, 7/5 e 6/4), ontem, em Paris. Soderling, que perdeu a final de 2009 do Grand Slam francês para o suíço, está consolidando sua fama de “carrasco” de grandes campeões. No ano passado, ele eliminou Rafael Nadal (então detentor do título) nas oitavas de final do torneio.

Ontem, foi a vez de Federer. Com a derrota, ele vê seu posto de líder do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais ameaçado pelo espanhol Rafael Nadal, algoz de Thomaz Bellucci, que o ultrapassará se vencer Roland Garros pela quinta vez. Além disso, Federer perdeu a chance de igualar o recorde de Pete Sampras de ficar por 286 semanas como o número 1 do mundo. O revés ainda representou para o suíço a primeira eliminação, desde 2004, antes das semifinais de um Grand Slam.

Essa foi a 13ª vez que Soderling enfrentou Federer e a primeira em que o sueco saiu da quadra vencedor. Para ganhar a partida, ele se impôs, jogou um tênis ofensivo e colocou Federer em uma posição que não é comum ao suíço, a de defensor. Agora, Soderling enfrenta, na semifinal, o tcheco Tomas Berdych (17º do ranking), que não perdeu nenhum set nesta edição do torneio. “Tenho semifinais duras. Terei de jogar meu melhor tênis para vencer”, ponderou um nada deslumbrado Soderling. “Tenho que focar em um jogo por vez.”

Feminino

Terceira melhor tenista do ranking da WTA, a dinamarquesa Caroline Wozniacki tinha a seu favor todo o favoritismo no confronto contra a italiana Francesca Schiavone, apenas a cabeça número 17 do torneio Grand Slam. No entanto, foi atropelada pela surpreendente rival, que venceu por 2 sets a 0 em apenas uma hora e 20 minutos de partida. Na próxima fase, agora, Schiavone irá enfrentar a russa Elena Dementieva.

Melo/Soares perdem

Com um ótimo desempenho na edição 2010 do torneio Roland Garros até então, os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares entravam em quadra na fase quartas de final, abrindo os trabalhos na Quadra 1 ontem. No entanto, eles não tiveram sorte e, após sair vencendo o conjunto formado pelo austríaco Julian Knowle e o israelense Andy Ram, tomaram a virada no jogo ainda com um pneu no set final: 7-3, 6/2 e 6/0.

Bellucci

Depois de registrar a melhor campanha de sua carreira em um Grand Slam, com as oitavas de final de Roland Garros, o brasileiro Thomaz Belluci ganhou seis dias de folga. Seu próximo torneio será Wimbledon, o terceiro Grand Slam da temporada, a partir do próximo dia 21. E, apesar de o Grand Slam britânico acontecer na grama, Bellucci, 22, não vai disputar nenhum torneio preparatório.

Ler matéria completa